CONVERSAS SÉRIAS

Tem coisas na vida que não dá pra evitar. Você pode fingir que não acontece, mentir pra você mesma, assobiar e sair andando, ignorar, dar as costas, forçar um sorriso, mas um problema que se preze não se abate diante desse tipo de atitude fujona; ele veste a armadura e chama você pra briga. Chega uma hora que uma moça de verdade tem que ser macha pra encarar: é hora de uma conversa séria. Se a coisa é no trabalho, com amigos, ou mesmo em família, vá lá, é difícil, mas dá pra relaxar um pouco. Mas se o assunto é com aquele rapaz, o seu amigo íntimo… Aí melou.

Por “conversa séria” entenda-se uma troca de palavras, olhares, beijos, bofetadas, expressões faciais e seja lá mais o que for entre duas pessoas que resulte em definições. Depois da conversa séria, nada pode ser como antes. Alguma coisa tem que mudar, seja pra melhor ou pra pior. A conversa séria de verdade não costuma deixar pedra sobre pedra. E isso dá um medo terrível. Quase paralisante. Tem gente que usa a habilidade que a gente tem de dialogar pra machucar, magoar, destruir, se vingar. Outros, usam pra consertar as coisas. Outros, pra buscar uma liberdade que só aquele sonoro ponto final pode dar pra uma pessoa. Mas o fato é que quem quer fazer as coisas andarem pra frente, vez por outra, esbarra no bendito “precisamos conversar”.

Toda conversa séria tem um antes, um durante, e um depois. Esse antes é dureza, porque faz você lidar com a expectativa, com a ansiedade. Lidar com o que está sendo, ou com o que já foi, nem sempre é fácil, mas é fato concreto. Mas o antes… Nossa. É assim: você percebeu um problema, ou uma situação difícil entre você e o amigo íntimo ( doravante denominado AI ). Sabe que aquilo tem que mudar. Chama o bendito pra conversar. Ele aceita. E aí começam os preparativos pra tal conversa séria.

Pessoalmente, não gosto de barracos, brigas, discussões e coisas do tipo. Acho que tem maneiras muito mais eficientes de você irritar ou sensibilizar uma pessoa pro que você está sentindo e precisa dizer. Portanto, minha maneira de me preparar é tentar desarmar o espírito e escolher bem as palavras que eu preciso dizer. Isso parece fácil, mas é muito complicado. Primeiro, porque por mais que você imagine, a realidade é sempre imprevisível. Você nunca sabe o que vai rolar com o seu AI, principalmente se você ainda sente algo por ele. Segundo, porque falar do que se sente nem sempre é tão fácil quanto parece. É difícil colocar em palavras sentimentos que você nem sabe nomear. Difícil responder dúvidas que você não acha a solução. Complicado explicar o que querem dizer as batidas do coração, o aperto no peito, a sensação de felicidade, o brilho nos olhos, difícil fazer alguém entender o quanto de emoção tem naquela lágrima que rola aqui e ali. Mas se você não faz esse esforço pra se expressar, aquilo te sufoca. Tem coisas que precisam ser ditas pra serem resolvidas. E isso tudo piora ainda mais se você tem um AI tipo OSTRA, que gosta de fazer mistérios e, na hora de se abrir, se fecha. Oh, mundo cruel.

Perdida nesses pensamentos ( nem preciso dizer que o texto não é uma situação hipotética, hehe… ), lembrei de uma música do Peter Gabriel, boa de ouvir e de refletir. E seja o que Deus quiser.

Anúncios

6 comentários sobre “CONVERSAS SÉRIAS

  1. Oi querida!
    Achei seu blog sem querer passeando pela net a fora.
    Quero parabenizá-la pelos bons post! Alias maravilhosos.
    Amei em especial akele do Dia do Amigo!!!
    E q Deus continue te dando esse DOM maravilhoso de escrever!
    Um abraço carinhoso.

    Anna

    ps.: te favoritei!

    Curtir

  2. Comentários do blog antigo:
    Ai miga…essas conversas sérias…será que eu chego ao final da minha??!!

    Penélope Charmosa | Email | Homepage | 02-08-2003 16:21:47

    Eu, particularmente, sempre adorei conversas sérias. Fico um pouco tensa, um pouco nervosa e bastante ansiosa para saber onde finalmente ela vai dar. Mas adoro me sentir com essa tensão gostosa. Mais um beijo pra você, e, novamente, ótimo o texto.

    A Bêbada | Email | Homepage | 29-07-2003 23:15:51

    Migaa, me identifiquei com esse texto! Lembre-se das palavras de Brian Weiss: Nunca perca a coragem de correr riscos: vc nunca poderá ser ferida. Beijos.

    Sabina | Email | Homepage | 27-07-2003 17:09:38

    Oi de novo Kari… não tem como não comentar esse… puts… logo eu, que MORRO DE MEDO de uma conversa mais séria… Eu passo mal, frio na barriga, meu estômago dói e eu tenho vontade de morrer… Acho que isso é ansiedade. Puts… ainda mais pq eu fico tentando imaginar que m…a eu fiz pra merecer aquilo… o “antes” como vc diz, e claro o durante… o depois só vem depois, pra me torturar. E sabe o que mais? Eu acho que os homens tipo ostra são realmente grandes idiotas. E sabe pq? Pq além de serem idiotas por não aproveitar a ocasião em que nos abrimos para fazerem o mesmo, nos fazem sentirmos idiotas por termos revelado uma parte da nossa alma. Conheço gente assim… que droga!! Não sei o que se passou no seu coração na hora que vc escreveu, mas tenho algumas hipóteses… então, fico aki, torcendo por vc… Vai fundo… PS: Seu site tá tudo de bom!! Essa telinha que muda de cor, puts… tudo!!! Parebéns! E parabéns pelo que vc escreve… não tem como não ler… rs… aconteceu comigo!!! Bjinhos!!!

    Vivi | Email | Homepage | 27-07-2003 11:22:31

    Muuuuito foda seu blog!!! Adorei o texto do ônibus… Eh real como pessoas que se conhecem tão ao acaso podem ser tão significativas… E o que escreveu sobre as amigas parece que saiu da minha boca… Parabéns, seu título de Mafalda crescida é mto merecido!!! (Aliás, a Mafalda é ótima…) T+

    Marcia | Homepage | 27-07-2003 10:32:06

    Curtir

  3. Você é simplesmente maravilhosas, e seus textos são absolutamente p-e-r-f-e-i-t-o-s!! Não há outra palavra que defina eles!! PARABÉNS, de verdade! Séio, não para de escrever NUNCA!!!
    Um beijão

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s