PREPARANDO O BATOM

Uma moça me escreveu pra perguntar o que eu poderia dizer sobre essa coisa de beijar pela primeira vez. Segundo ela, ter 24 anos e ser uma BV ( boca virgem ) é o maior castigo do mundo. Ela disse que agora tem muito medo de beijar alguém, pois, por um lado, se ela disser que nunca beijou, o cara pode se assustar e não querer beijar mais; por outro lado, se ela não disser nada e não souber beijar, o cara pode não gostar do beijo, sumir depois e ela vai se sentir a mulher mais infeliz do mundo. Ela me perguntou como é beijar. Detalhes importantes: ela diz não ter mau hálito e nem ser repulsivamente feia. E disse também que eu podia contar sobre o que ela escreveu aqui, desde que não dissesse o nome dela.

Pois bem… Não sei se tenho a habilidade do aconselhamento, por isso me afastei da profissão de psicóloga, hehe… Mas o seu email me fez lembrar do quanto é difícil começar certas coisas na vida, principalmente quando esperamos que elas sejam especiais. Dependendo dos sonhos e das expectativas que a gente vai construindo… A coisa fica cada vez mais distante, afastamos aquilo que mais queremos sem perceber. E quando essa coisa é um beijo… Ah, menina, a coisa complica.

Beijar é bom. Muito bom. E é uma coisa extremamente íntima. Muitas prostitutas fazem sexo anal com seus clientes, mas não beijam na boca de jeito nenhum. Estar ali, respirando aquele ar misturado, trocando saliva, germes e tesão com uma outra pessoa é uma experiência indescritível, é mais que só desejo… Envolve intimidade. Não dá pra te contar como é beijar. O que eu poderia te contar é o que você vê nas novelas. As pessoas encostam os lábios, enfiam a língua uma na boca da outra, esfregam, chupam, mordiscam… Enfim, tocam-se com todas as células bucais possíveis. Tecnicamente, o beijo não tem nada demais, é um movimento simples, que você pode aprender em segundos, e tem a vida toda pra incrementar com um pouco de criatividade. Tecnicamente, é isso, a mecânica da coisa é simples. Eu me lembro que antes de beijar ( eu também demorei pra beijar, acho que fui a última da turma ), eu ficava lendo sobre o assunto, trocando idéias com as amigas de confiança. E fiz essas coisas que mandaram fazer. Fiquei chupando gomo de laranja, enfiando a língua pra pegar gelo no copo, treinando no braço, imaginando, sonhando como seria. E na hora, nada disso adiantou… Simplesmente aconteceu. Acho que, como todo mundo, eu já nasci sabendo beijar. A natureza é perfeita, as coisas se encaixam, fique tranquila. No corpo a corpo, não há nada o que aprender antecipadamente… Acontece, se você relaxar. E essa é a parte mais difícil.

Sabe, eu me lembro bem do meu primeiro beijo, do que eu senti um pouquinho antes. Foi uma coisa esquisita. Eu sabia que ia acontecer. Tinha certeza. Mas tinha muito medo também. Era como se eu estivesse em um lugar muito alto, e o meu corpo pendendo para frente… Um medo de cair, uma vontade de ficar com os pés no chão, bem segura… Mas a vontade de cair e experimentar a emoção de dar um vôo rasante era mais forte e aí… Pum, eu me joguei. E olha, fui deliciosamente amparada. O beijo ( bom ) é isso mesmo. Um cair eterno, cheio de paixão. Cada vez que vou beijar alguém que nunca beijei antes, sinto quase o mesmo. Ali, no alto, pronta pra cair, mas querendo me segurar, até me entregar e me jogar de vez. Cada boca é diferente, tem um gosto diferente. E a gente nunca sabe o que vai acontecer quando a nossa boca grudar naquela boca. Mas também nunca vai saber se não tentar; por isso, na dúvida… O melhor é beijar mesmo.

Já beijei homens arrebatadores, daqueles que beijam e você nunca mais quer parar de beijar. Esses conseguem dosar certinho o quanto de força e o quanto de delicadeza tem que ter um beijo. Exploram pedacinhos inesperados da sua cavidade bucal, devagar, sem pressa, mas com urgência… Respiram o seu ar e te deixam sem fôlego, te agarrando, e enquanto a boca fica lá, colada na sua, e uma língua fica lá, brigando, atritando com a outra… Tem as carícias, os suspiros, os sons do beijo. O beijo bem trocado, é uma coisa multisensorial, uma loucura. A saliva que fica passando de um lado pro outro é doce…As mordidinhas, sugadas, chupadas que acontecem enquanto você pára pra respirar são muito excitantes… E o seu coração vai batendo cada vez mais forte, pedindo mais, mais, mais. Claro, a boca é só uma possibilidade. Beijo no pescoço, no queixo, nas pálpebras, na orelha, na nuca, no colo… E daí pra baixo… Nossa, perdi o ar só de pensar. Repito, é muito bom.

Claro, nem tudo são flores. Tem pessoas complicadas na hora de beijar. Pessoas que ficam rodando a língua sem parar. Pessoas que babam demais, que ficam o tempo todo de olho aberto ( particularmente, não curto abrir os olhos na hora de beijar ) e, no caso das garotas, que passam batom demais. Pessoas que têm mau hálito, ou um gosto amargo na boca. Pessoas que não incrementam os movimentos, não se declaram, não se entregam, são delicadas ou brutas demais. Retomando a história da queda… São aquelas que, quando caem, ficam tentando voltar pra ficar de pé, que têm medo sabe lá Deus de quê. Tudo isso é muito particular. Tem gosto pra tudo e tudo se pode combinar… Desde que combine mesmo.

O beijo tem um antes, um durante, um depois. E em todas essas etapas é importante estar com alguém bem legal. Alguém que você goste do cheiro. Que façam mil borboletinhas voar dentro da sua barriga sem parar. Que saiba olhar pra você tirando sua roupa com os olhos. Que deseje apertar os seus lábios com os dele. Alguém pra quem você olhe e tenha vontade de cair diretinho nos braços dele… E que saiba te amparar quando você decidir se jogar. Alguém que faça você pedir mais, mais, mais. Não precisa ser o amor da sua vida, não precisa ser qualquer um. Mas tem que ser alguém que você queira apertar muito, alguém que o seu corpo chame pra perto.

Pode ser que você não acerte logo de cara. Que seja ruim, que seja o momento errado. Mas a prática leva à perfeição, já dizia minha avó. Não vou ficar bancando a hipócrita, dizendo que a idade não importa, e bla bla bla. Imagino que você realmente esteja incomodada pela sua idade, então… Se você quer deixar de ser BV… Vai ter que se mexer mesmo. Ter coragem de se jogar do alto. E se se machucar na queda… Saiba que sempre se tem a oportunidade de levantar e começar de novo, até dar certo. Sempre. Se você não se dispor a ter cicatrizes… Não vai se machucar, é certo, mas também vai deixar de viver.

Enfim, colega, é isso… Não sei se ajudei muito você. Mas vai por mim… Depois que você experimentar… Vai ser difícil largar. Até porque beijar móóóóóito é uma das melhores coisas que deixaram pra nós, réles mortais, fazer sem pagar. Vai com fé que vai dar pé. Força. 🙂

Anúncios

10 comentários sobre “PREPARANDO O BATOM

  1. Rpz…
    sou BV
    i um nino da minha classe pediu p/ fik comigo deste da 4ª serie i agora sou 7ª
    como ja estouw nu final do anuvou mim entrega sem medo
    uahuah
    meu S2 qundu ele mim abraça
    Acelera Pra Kçet
    Vlw pelas dicas
    a i tenhu 12 anusss

    Curtir

  2. Só a título de informação. Meu primeiro beijo foi aos 15 anos, e foi o único. Imagina que eu tenho 27 e desde lá…é isso mesmo…não precisa nem terminar, né?
    Apesar de tudo estou tranquila, pois o que tiver de ser será. o que tiver de vir, virá, na hora certa…

    Obrigada

    Curtir

  3. Cara, esse blog é muito dez msm! Vida inteligente na net! Dorei tuuudo… Além do que vc deve ser uma pessoa muito especial, começando pelos micos que vc pagou! rs. Incrivelmente, estou a vontade pra dizer: T. Adoro! FLW

    …… | Email | 17-04-2004 14:48:48

    Beijar é muito bom… E a sensação na barriga…frio e calor… Beijar é muito bom… E qdo é com a pessoa que se deseja a muito tempo… Beijar é muito bom…

    Joelma | Email | 29-09-2003 10:26:05

    Sei naum…esse lance de beijar ou não e tão complexo.Eu bj pela primeira vez aos 18 anos.Não por ser feia, insegura…tive oportunidades, mais parece que eu estava esperando algo de especial.Não queria que fosse c qualquer um, igual aquelas moças que bjam o primeiro cara que aparece so pra entrar no rol das não virgens.Tb nunca escondi isso dos meus amigos, p os que ñ tinha intimidade de falar tal coisa apenas procurava ñ tocar no assunto.Bjei tarde e não me arrependo.

    Anônima | 22-09-2003 13:33:49

    Olá! Vc está entre os 7+ DA SEMANA DO SOCIEDADE BLOGUEIRA. Se quiser, pegue o selo. Bjos!

    Bia | Homepage | 21-09-2003 13:19:50

    Concordo com a Carla: Kari, escreva um livro! Nós clamamos!! rsrs. E concordo com vc: beijar é mesmo muuuuuito bom. Por isso, um super beijo carinhoso do amigo que te adora. :-**

    Mulder/RJ | 19-09-2003 21:35:28

    Puxa vida, seu texto é mesmo muito bom… Quer dizer q vc já está respondendo cartas, é? Esse seu blog tá virando um serviço de utilidade pública. 🙂 Beijo. Na boca. Daqueles.

    Ful | Email | 19-09-2003 20:28:51

    Brigada, Mafalda! Vou tomar coragem, desse final de semana não passa!!!!!!!!!!!!! Valeu tb, Carla!

    Mila | 19-09-2003 13:45:16

    Concordo com o seu texto. Beijar não tem segredo, é só deixar fluir. Simples como a felicidade. Beijos

    Moça | Email | Homepage | 19-09-2003 13:29:14

    Mafalda, sinceramente… se eu fosse dona de uma editora, ia transformar seu blog em livro e vc ia ficar muito rica! 🙂 Conselho à menina BV: experimente ficar um pouquinho de pileque (se é que ainda não experimentou), só de leve, ajuda que é uma maravilha! Na minha opinião, flui bem melhor 😉

    Carla | Email | 19-09-2003 01:06:48

    Curtir

  4. Sou homen tenho 24 anos e devo dizer que nunca beijei na boca tambem ,nao sou uma aberracao tem minas que dao em cima de min mas nunca senti nada por elas tambem nao sou gay nao sinto atracao por homens ,nao sei o que ha de errado comigo acho que fui influenciado pela forma como fui criado cresci em um anbiente praticamente isolado axo que por causa disso nao consigo me relacionar com ninguem cry cry cry

    Curtir

  5. Oi pessoal! Sou de Portugal e encontrei este blog e este artigo MARAVILHOSO!!!
    Tenho quase 20 anos e também sou BV. O meu maior problema é que o rapaz de quem gosto é namorado de uma amiga minha…
    Mas é com ele que eu sinto borboletas no estômago, e vontade de “cair e experimentar a emoção de dar um vôo rasante”…
    O que é que EU FAÇO?!? 😥

    Curtir

  6. tenho 21 anos e nunca beijei….nao é questao de aparencia
    meu caso é parecido com o do blog…
    perco tantas oportunidades de ficar com pessoas bacanas …
    isso me deixa muito triste……
    talvez ja era pra ate ta casada….

    Curtir

Deixe uma resposta para LL Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s