DEIXEI MEU SAPATINHO NA JANELA DO QUINTAL

Querido Papai Noel…

Eu sei que não fui lá muito boa menina este ano. Tem uma porção de coisas que eu deveria ter feito, e não fiz… E outras tantas que eu deveria deixar de fazer, e não deixei. Mas olha, não foi por querer, não… Ou melhor, até foi por querer. Mas me entenda, eu estou fazendo um esforço enorme pra descobrir o que eu quero de verdade, e pra seguir o meu coração; isso é uma causa nobre, não acha? E já que é assim, o senhor bem que podia me dar um desconto e aceitar esta cartinha… Pra falar a verdade, eu estava até meia assim de escrever pro senhor pra pedir meu presente de Natal. Mas resolvi arriscar. Afinal, se eu já não sou mais tão boazinha, o senhor continua sendo ótimo, e não vai deixar na mão uma mocinha que sempre foi sua fã, vai? 🙂

O senhor, que me acompanha há tanto tempo, sabe que eu não gosto muito de Natal. O significado original da data é bonito e toca meu coração, mas… O senhor sabe que eu frequentemente fico triste, pensando em um monte de coisas, um monte de gente, um monte de jeitos de mudar o mundo, e fico deprimida quando percebo que a vida é meio cruel. A gente não pode trazer de volta quem foi embora, não pode ter tudo sempre, e nem pode mudar o mundo com um simples desejo, por melhor que ele seja. Aliás, a vida da gente anda valendo cada vez menos. É por isso que, além de triste, eu me sinto boba de ficar pensando tantas coisas quando todos os outros estão por aí vivendo ou fingindo viver tamanha felicidade.

Mas o senhor também sabe que este ano, algo estranho aconteceu. Depois de tanto tempo, eu comprei um pinheirinho pra enfeitar. É mais um ser vivo pra minha casa, ela está precisando de vida. Olhei ele na rua e me deu uma vontade de trazê-lo pra casa, montar árvore de natal, planejar a ceia da família, escrever cartões pras pessoas, abraçar, beijar, fazer pedidos pra estrela cadente, participar de amigo secreto e até pedir presente pro senhor. Talvez isso seja um sinal que eu estou recuperando certas coisas, ou sinal que eu fiquei boba de vez. Vai saber. Tudo depende do jeito que a gente olha.

Em nome desse súbito espírito natalino que invade os corações ( tudo bem que na maioria dos casos ele é pura hipocrisia, mas… ), eu queria presente. Sinceramente, acho que eu mereço.

Quando eu era menina, era fácil pedir. Uma boneca de pano, uma bicicleta, um jogo de botão, uma coleção do Monteiro Lobato. O senhor vinha, deixava o embrulho bonito lá fora, naquele pedacinho do quintal, do lado do jardim, e ia embora. Eu ficava toda besta, tentando achar o senhor, e depois abria o embrulho, brincava, brincava, brincava. Aquilo era um pedaço de felicidade daqueles que parecem eternos, que a gente se sente feliz de novo só de lembrar. Felicidade daquelas mesmo. Tão simples… E tão forte que dura até hoje.

Só que agora, adulta, vou te contar: demorou um tempão pra decidir o que eu quero. Isso porque os presentes simples, desses que o senhor pode fabricar em três tempos, não me satisfazem mais. Como os adultos são bestas, né, Papai Noel? É tão fácil agradar aos outros e a gente mesmo quando se é criança… Mas os adultos aprendem que o simples é insuficiente. E aí ficamos assim, com esse buraco imenso na alma que nunca nada enche. E acabou que eu demorei um tempão decidindo o que eu podia querer de presente de natal. Tem horas que eu achava que queria tudo. Em outras, achava que não queria nada, e nem adiantava querer, porque nada me bastaria. Besteira… Acabei entendendo que é melhor eu pedir pequenos e grandes pedaços de felicidade, porque felicidade completa não existe. E cheguei em um resultado, que encaminho com antecedência pro senhor ter tempo de ir preparando.

Eu quero um som legal pro meu carro, porque aquele radinho de pilha não sintoniza as estações direito, e é horrível dirigir sozinha, no silêncio. Falando em carro, quero dizer que estou muito, mas muito contente com o meu, e a única coisa que eu mudaria nele é que eu gostaria que ele tivesse chegado antes, de tanta alegria que ele me trouxe.

Quero também um plano de estratégia prático e perfeito pra trabalhar menos e ganhar mais, porque dinheiro é bom e todo mundo gosta, mas esse cansaço que eu estou sentindo ultimamente é desumano… O senhor anda vendo, né, Papai Noel? Não dá. Aproveita e me dá uma chefa menos cansativa também. E que eu tenha alunos bem calminhos, descolados e divertidos o ano que vem… Trabalho eles sempre dão, mas que seja o mais prazeiroso e o menos doloroso possível.

O senhor também poderia me arrumar uma passagem de avião pra um lugar legal, pois eu nunca voei e gostaria muito de saber qual é a sensação… Deve ser muito gostoso! Se junto com isso vier uma viagem pra algum lugar desse mundo, que seja bem bonito e me traga experiências inesquecíveis… Também agradeço. Manda também alguns feriados prolongados, e fins de semana com 38 horas cada dia, assim eu posso passar mais tempo com quem eu gosto, telefonar pras pessoas, sair, conversar, namorar, enfim, fazer o que me faz feliz – não só ficar acabada pelos cantos, sem ânimo pra quase nada. E mais amigos, novos e velhos.

Quero também um livro de receitas maravilhoso, um roupão de banho novo e um vale-compras de valor altíssimo pra eu gastar numa loja de lingerie, que elas andam muito caras, Papai Noel… Quero ganhar também um layout novo, chique, fashion e bonitinho pra este humilde blog. E DVD’s, CD’s, livros, sapatos e roupas novas bem legais.

Se o senhor puder, descola um ingresso pra um show do Chico Buarque ( se for um show particular, melhor ainda ). E pra me levar nesse show, o senhor podia me arrumar um grande, enorme, gigante, surpreendente e decente amor, um namorado maravilhoso, pra eu sentir de novo aquela coisa boa de ter o coração de sobressalto só em ouvir a voz de alguém… E de preferência, que seja uma história de amor bem tranquila e bem romântica, do jeitinho que eu tenho sonhado.

Coloca no embrulho também uma armação de óculos que finalmente fique bem no meu rosto, porque estou cansada de usar lentes de contato, e ao mesmo tempo me sinto muito estranha em ficar com aquele negócio no rosto. E um vale-esquecimento pra duas ou três coisinhas que eu queria apagar da minha vida. Pra não dizer que eu sou egoísta, traz também um tartarugo pra fazer companhia pra Dory Fifonha, coitada. Ela anda muito só naquele aquário, nadando de um lado pro outro sem ter com quem brigar… E preciso de muita saúde, Papai Noel… Muita mesmo.

Eu sei, eu sei… É muita coisa. Mas se o senhor achar melhor, pode me dar de presente capacidade, disposição, vontade de correr atrás de tudo isso sozinha, e pessoas legais pra me ajudar, que tal? Pra falar a verdade, eu até prefiro assim.

Bem, Papai Noel… É isso. Vou colocar na minha árvore de natal muitas fitinhas desejando coisas boas pra mim e pra todo mundo. Isso pode não mudar nada… Mas acho que vai fazer eu me sentir melhor. Eu espero que o senhor atenda o meu pedido, afinal… O senhor é um bom velhinho, e não seria nada bonito decepcionar uma alma ávida por coisas boas.

Um grande beijo na sua testa, e saiba que essa sua barba é um charme.

Com carinho, à espera…

Mafalda

Anúncios

3 comentários sobre “DEIXEI MEU SAPATINHO NA JANELA DO QUINTAL

  1. Menina… como vc está pidona!! Mas se vc diz que se comportou eu acredito, né?! Espero que ele te atenda e ainda dê tempo de me atender tb!! Rs… Beijos =)

    Ragazza Pazza | Homepage | 01-12-2003 10:15:36

    Lindinha, espero que o papai noel atenda suas pedidos e que pra realizá-los vc tenha bastante saúde! Se cuida menina! Beijus PS: eu tb quero muita saudade depois do ultimo nobre acontecimento

    GarotaNL | 30-11-2003 12:21:55

    Mafalda, pois eu posso lhe dizer que um presente antecipado que ganhei foi ler este e outros deliciosos posts do seu blog, que não conhecia e passei a visitar depois do comentário que você me deixou. E se tornar outras pessoas felizes por conta do que você escreve pode (deve) ser considerado boa ação, tenho certeza de que Papai Noel terá que lhe dar pelo menos um dos presentes que você solicitou. Um beijabraço pra ti! 🙂

    Inagaki | Email | Homepage | 29-11-2003 00:32:44

    Querida, ao menos um desses presentes vc podia pedir pra mim ao invés de pedir pro papai noel, garanto que é mais certo…………..:))))))))) Bjo, e feliz natal.

    Ful | Email | 28-11-2003 12:56:03

    Espero que ele lhe antenda! Eu também vou fazer um montão de pedidos… Mas o que vai encabeçando a lista e que se for atendido torna o restante dispensável é… ‘viver uma linda história de amor’!

    Carla | Email | 28-11-2003 02:04:01

    Curtir

  2. Querido e amado por todos Papai Noel,a criança que escreve e está pedindo presente sou eu e tenho 52 anos necessito ugente de ajuda financeira, 1,00 ou2,00 que por na minha conta me ajuda muito,banco ITAU AG: 5161 C/C 00439 4 ,desde já muito obrigado,a todos e felis natal,que tenham grandes realizações ainda este ano de 2009 e que entre 2010 repleto de paz alegria e confiança um abraço a todos bem caloroso.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s