ESSE GRANDE AMOR

Um grande amor é assim: ele sempre existe antes que a gente se dê conta e sempre fica depois que a gente acha que acabou. E o meu amor por você sempre deve ter existido, antes mesmo que eu me desse conta. Não me lembro quando percebi sua presença. Pela nossa diferença de idade, quando eu era menina pequenininha, você já devia estar por aí com esse charme todo, esses olhos tímidos e penetrantes.

Na escola, me falaram de você. E eu, pequena ainda, me emocionava com seu jeito. Meu pai não gostava de você; minha mãe dizia, quando te via passando, que você era um moço muito interessante, mas agitador demais pro gosto dela. Às vezes eles brigavam por sua causa. Eu, só olhando pra você, de longe, tentando saber quem era você e o que fazia.

Quando cresci e me tornei uma adolescente romântica e apaixonada, logo prestei atenção em você. Sua presença, sua inteligência, seu charme, suas palavras sempre doces e levemente maliciosas, sua classe e elegância me seduziram. E tive um amor platônico, daqueles que toda adolescente tem. Amor que foi sufocado e virou admiração, e uma estranha amizade unilateral, baseada nessa leitura de almas que você sabe fazer tão bem, homem sensível que é. Em meu quarto, vários sinais seus. Fotos, sons, e outras lembrancinhas. Segui minha vida amorosa, mas de alguma forma, você sempre esteve comigo. Os outros tinham ciúme, mas tiveram que se conformar.

A primeira vez que estive pertinho, bem pertinho de você, fiquei ainda mais encantada. Além de belo, seu jeito único de falar, movimentar, o som da sua voz, sua voz fraquinha, mas tão adorável, seu sorriso… Tudo me fazia suspirar. Saí de perto de você mais flutuando que andando, e assim foram todas as vezes que nos encontramos depois.

Ainda hoje, mantenho por você um vício secreto. É sobre o que você diz sobre o mundo que eu gosto de pensar. É do jeito que você encara o amor que eu sonho ser amada. É nas tuas observações sarcásticas e originais do cotidiano que eu gosto de refletir sobre a vida. É na sua genialidade e inteligência que eu me afundo e morro de admiração e, confesso, grande cobiça. É no seu passado bonito que eu gosto de me inspirar. É com você que eu gosto de estar quando não suporto mais ninguém. Você me traduz. E eu me sinto acolhida pelas suas palavras… E quando me lembro e procuro por você, passamos horas unidos, como se cada coisa dita puxasse ainda outras… E não me canso de viajar nas pérolas que você derruba para o mundo.

“Tem mais samba no encontro que na espera
Tem mais samba a maldade que a ferida”

“Não chore ainda não, que eu tenho um violão e nós vamos cantar…”

“A moça triste que vivia calada sorriu, a rosa triste que vivia fechada se abriu,
E a meninada toda se assanhou pra ver a banda passar cantando coisas de amor…”

“Vem ver que a vida ainda vale o sorriso que eu tenho pra lhe dar.”

“O meu samba se marcava na cadência dos seus passos,o meu sono se embalava no carinho dos seus braços…”

“Carolina, nos seus olhos tristes guarda tanto amor: o amor que já não existe…”

“Até o mar faz maré cheia pra chegar mais perto dela”

“A gente estancou de repente ou foi o mundo então que cresceu?”

“Só vim te convencer que eu vim pra não morrer de tanto te esperar…”

“Eu andava pobre, tão pobre de carinho…
Que, de tolo até pensei que fosses minha.”

“O que é que eu posso contra o encanto desse amor que eu nego tanto, evito tanto, e que no entanto volta sempre a enfeitiçar…”

“Não sei se preguiçoso ou se covarde debaixo do meu cobertor de lã
Eu faço samba e amor até mais tarde e tenho muito sono de manhã…”

“A vida é sempre aquela dança aonde não se escolhe o par
Por isso às vezes ela cansa e senta um pouco pra chorar.”

“Você que inventou a tristeza, ora, tenha a fineza de desinventar!”

“E foram tantos beijos loucos, tantos gritos roucos como não se ouvia mais
Que o mundo compreendeu e o dia amanheceu em paz.”

“Todo dia eu só penso em poder parar, meio dia eu só penso em dizer não
Depois penso na vida pra levar e me calo com a boca de feijão.”

“Andei sete léguas de amor, chorei sete litros de mar
Mas ela não se saciou, mas ela não soube esperar.”

“Quando amo eu devoro todo o meu coração
Eu odeio, eu adoro numa mesma oração.”

“Dominante, não se desembaraça; ofegante, é dona do seu senhor.”

“Por que desceste ao meu porão sombrio
Com que direito me ensinaste a vida
Quando eu estava bem, morta de frio?”

“Ele sabe dos segredos que ninguém ensina
Onde guardo o meu prazer, em que pântanos beber…”

“Quero brincar no teu corpo feito bailarina
Que logo se alucina, salta e te ilumina quando a noite vem…”

“Quantas guerras terei que vencer por um pouco de paz?”

“Ai, a primeira dama, o primeiro drama, o primeiro amor…”

“Deixe em paz meu coração que ele é um pote até aqui de mágoa
E qualquer desatenção, faça não: pode ser a gota dágua.”

“E a gente tá engolindo cada sapo no caminho,
E a gente vai se amando que, também, sem um carinho ninguém segura esse rojão.”

“Me disse pra ser feliz e passar bem.
Quis morrer de ciúme, quase enlouqueci, mas depois, como era de costume, obedeci.”

“O que será que me dá que me bole por dentro, será que me dá…”

“Pois você sumiu no mundo sem me avisar
E agora eu era um louco a perguntar o que é que a vida vai fazer de mim.”

“Eu era tão criança e ainda sou…
Querendo acreditar que o dia vai raiar só porque uma cantiga anunciou…”

“O meu amor tem um jeito manso que é só seu.”

“Que a saudade é o revés de um parto
A saudade é arrumar o quarto do filho que já morreu.”

“Mal sei como ele se chama, mas entendo o que ele quer
Se deitou na minha cama e me chama de mulher.”

“O amor é feroz: faz em nós um estrago medonho.”

“Eu bato o portão sem fazer alarde, eu levo a carteira de identidade
Uma saideira, muita saudade e a leve impressão de que já vou tarde.”

“Eu tenho saudades da nossa canção
Saudades de roça e sertão
Bom mesmo é ter um caminhão, meu amor…”

“Quando nos apaixonamos poça d’água é chafariz
Ao olhar o céu de Ramos vê-se as luzes de Paris.”

“Pixaram no muro, mandei fazer um cartaz
Serás o meu amor, serás a minha paz.”

“Ah, Rosa, e o meu projeto de vida?
Bandida, cadê minha estrela guia?”

“Larga a minha mão, solta as unhas do meu coração
Que ele está apressado e desanda a bater desvairado quando entra o verão.”

“Se nós, nas travessuras das noites eternas já confundimos tanto as nossas pernas ,iz com que pernas eu devo seguir.”

“Arranca, vida, estufa, veia
E pulsa, pulsa, pulsa, pulsa, pulsa mais…”

“Vê se tem no almanaque, essa menina, como é que termina um grande amor
Se adianta tomar uma aspirina ou se bate na quina aquela dor
Se é chover o ano inteiro chuva fina ou se é como cair o elevador”

“Mas levo esse amor com o zelo de quem leva o andor
Eu velo pelo meu amor que sonha…”

“Homem constrói sete usinas usando a energia que vem de você
Homem conduz a alegria que sai das turbinas de volta a você”

“Passas sem ver teu vigia catando a poesia que entornas no chão.”

“Sim, me leva para sempre, Beatriz
Me ensina a não andar com os pés no chão
Para sempre é sempre por um triz.”

“Pelo amor de Deus, não vê que isso é pecado, desprezar quem lhe quer bem
Não vê que Deus até fica zangado vendo alguém abandonado, pelo amor de Deus”

“Te perdôo porque choras quando eu choro de rir – te perdôo por te trair.”

“Hoje eu tenho apenas uma pedra no meu peito, exijo respeito, não sou mais um sonhador.”

“Quis saber o que é o desejo, de onde ele vem, fui até o centro da terra e é mais além.”

“Se me faltares, nem por isso eu morro: se é pra morrer, quero morrer contigo.”

“Mesmo sendo errados os amantes seus amores serão bons…”

” Façam muitas manhãs que se o mundo acabar eu ainda não fui feliz.”

“A gente pode se entender e não saber o que falar.”

“Depois de te perder te encontro, com certeza; talvez num tempo da delicadeza
Onde não diremos nada, nada aconteceu… Apenas seguirei, como encantado ao lado teu.”

“Eu descartava os dias em que não te vi
Como de um filme, a ação que não valeu…”

“Não se afobe, não, que nada é pra já
O amor não tem pressa, ele pode esperar em silêncio”

“Mas nem as sutis melodias
Merecem, Cecília, teu nome espalhar por aí…”

É impossível não me emocionar ouvindo esse Chico. Amor de verdade. Esse foi um dos posts mais difíceis que já fiz, pela quantidade de links e pela dificuldade em escolher canções e dentre elas trechos, porque, pra mim, quase todas são perfeitas. Ah, Chico, se todos fossem iguais a você…

Dedido aos amigos chicoólatras como eu, especialmente um certo carioca que tem feito meu coração bater mais forte ultimamente, e de quem eu lembro quando esse formidável artista está tocando no meu cd player. 🙂

Anúncios

3 comentários sobre “ESSE GRANDE AMOR

  1. faltou ” minha cabeça de noite batendo as panelas”

    paredro | Homepage | 17-02-2004 16:18:31

    Mafalda, parabéns pelo Blog. Merece estar em destaque (aliás, foi o que me trouxe aqui!). Esse post do Chico tá bem legal, deve ter dado trabalho. Gostei de um link em especial – apesar de tbém ser “Chicoólatra” como dizem aqui – foi o da música “As Vitrines”. Senti falta de um: … e na gente deu o hábito de caminhar entre as trevas, de murmurar entre as pregas, de tirar leite das pedras, de ver o rio correr…”. Voltarei mais vezes e, se permitir, colocarei um link no meu blog. Beijo!

    alan | Homepage | 13-02-2004 01:39:48

    Teu blog é muito interessante, colocarei um link no meu blog. Parabens!!!!

    Miryadd | Email | Homepage | 12-02-2004 10:55:46

    DEPOIS DO CHICO COMO EH Q VOU GOSTAR DE MÚSICA ESTRANGEIRA. FICA DIFÍCÍL. SEU BLOG EH MUIIIIITO BOM, BOM MESMO. VALORIZEMOS O Q NOS TEMOS DE VALOR.

    Ken | Email | 11-02-2004 11:35:45

    *_* Ai, meu amado! Gentem, os homens que me perdoem, mas Chico está acima de qualquer um! Ele é tudo de bom!

    Nienna | 11-02-2004 08:16:31

    Jesus Cristo, esse homem é maravilhoso, fizeram e jogaram a forma fora!!!!!!!! Adorei esse post, amei, amei, amei. Beijos, miga.

    Adri | 10-02-2004 22:27:09

    oiiii…kra, axei seu blog d++++++….c ta de parabens..conquistou mais uma leitora..se queiser passar no meu vai ser mt bem vinda…bjos

    livia | Homepage | 10-02-2004 21:20:21

    Q bosta em? tanta coisa boa pra postar vc vem por chico buarque?meu…. ce piro?

    _Chupim_ | 10-02-2004 21:19:25

    Que declaração de amor mais linda!!!! Imagino só se o Chico lesse isso. Parabéns belo BON!!!! beijokas

    Cacau | Email | Homepage | 10-02-2004 20:42:21

    Ei moça. Tá muito chique você, hein? Blog of notes 🙂 Bjos!

    SlothSam | Homepage | 10-02-2004 20:07:54

    uau! Simplesmente amei teu blog! O post tá o máximo! Amor verdadeiro só mesmo o que eu sinto pelo meu lindinho! hehe… Posso te adicionar no hall da fama no rebimboca? Aguardo resposta. t+

    li | Email | Homepage | 10-02-2004 20:01:30

    http://www.dapexitaspetita.blogger.com.br

    dapexitaspetita | Email | 10-02-2004 19:38:05

    Da-lhe, Mafaldinha. Blogs of note, heim? Parabéns. Bjo do Chef.

    Le Chef | Email | Homepage | 10-02-2004 19:03:53

    Olhaí! Blos of Note!

    André Gonçalves | Homepage | 10-02-2004 18:42:08

    Seu blog é show..parabens

    angel | Homepage | 10-02-2004 18:42:00

    Olha, não tenho essa paixão toda pelo cara, mas reconheço que ele é demais de bom. E faz vcs mulheres ficarem bobas, bobas. Deve ser um talento que o cara tem. Agora, Zé Mário… Vc é um troglodita, ehehehe. Bjo, minha linda.

    Ful | Email | 10-02-2004 18:39:28

    Resolvi comentar aqui sobre o post anterior. Perfeito. Trabalhar não é ruim. Produzir é algo inerente ao ser humano, é uma consequência da vida. Mas trabalhar no contexto a que somos obrigados a engolir, para sustentar essa sociedade hipócrita, vendada até a alma, com pretensões que esbarram na simplória existência que levam, domados por rédeas firmes, isso sim é ridículo, desnecessário. Vou aproveitar a minha vida e se eu não puder ser o mais rico, pelo menos serei o mais feliz dos pobres…

    McMurphy | Email | Homepage | 10-02-2004 18:25:15

    Chico!! Chico!! Amo Chico!! Um cara que aos nove anos de idade foi capaz de compor uma opereta, meu caro (Zé Mario), não precisa saber cantar… Sua simples existência já é uma dádiva divina! Isso sem falar nos seus lindos olhos, no carisma, da sensibilidade… ai Chico… “se todos fossem iguais a você”… (suspiro)

    Dani | Homepage | 10-02-2004 18:08:16

    Chico, cara. Chico. é demais…

    Carol | Homepage | 10-02-2004 18:05:32

    Aw, garota. Temos uma paixão em comum. Que cara sensacional: excelente letrista e dono do mais lindo par de olhos verdes do continente.

    Carla | Homepage | 10-02-2004 17:24:57

    Alguém especial… Tantas vezes pensei que tivesse encontrado… E acho mesmo que encontrei… Mas não soube aproveitar o pouco tempo que tive ao lado dela…

    SlothSam | Homepage | 10-02-2004 17:11:59

    Enquanto esse post ficar aqui, me coraçào salta!rss. Vá ler nosso amigo hj lá em casa! Beijão PS. Se puder!

    Mônica | Email | Homepage | 10-02-2004 14:31:03

    um post totalmente chico buarque.

    André Gonçalves | 10-02-2004 11:31:19

    Apesar de chamar Carolina graças à uma música dele e de ter crescido com ele nos ouvidos, graças à minha mãe….confesso: não gosto dele. Um tremendo poeta e carismático, sem dúvida. Mas no quesito música….não me convence. Mas o seu post quase me convenceu! Beijo

    Carol | Email | Homepage | 10-02-2004 10:54:35

    “Todo mundo tem um primeiro namorado..só a bailarina que não tem…” Ehhhhhh Seu Francisco!!!!

    Joelma | Email | 10-02-2004 10:01:35

    Ah, não: assim já é demais… Vc viu em meu blog que também sou meio-músico: pois te garanto que foi o Chico quem me ensinou a “tocar” violão… Tenho mais 100 músicas dele fielmente cifradas e digitadas… Se um dia eu for a Sampa, faço questão de cantar todas elas, só pra vc… Um doce beijo.

    Rufus | Homepage | 10-02-2004 10:00:59

    Pode ter dado trabalho. Mas aposto que foi ótimo vê-lo pronto! Ficou lindo e emocionante! Beijos Felicity

    Felicity | Email | Homepage | 09-02-2004 23:37:59

    Caramba miga, qdo comecei a ler tive certeza de q er do Chico que vc tava falando! Perfeito o texto! E perfeita tb a sintonia dos pensamentos nossos. Beijocas!

    Virgulina | Homepage | 09-02-2004 22:34:08

    Não sei o q vcs mulheres veem de tanta graça nesse cara… Com todo respeito, ele nem canta bem. :PPPP

    Zé Mário | 09-02-2004 22:20:23

    aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii, kari ele é lindo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! fiquei com vontade de escutar e escutar os discos dele, mas me conta, que babado forte é esse aí do final?!?!?!? me conta!!!!!!!!!!!!! bjo, miga linda!

    Ju | 09-02-2004 21:28:22

    MAFALDA!!!! vc quer me matar do coraçào? Se ele aparecesse na minha frente, disputava à tapa, e não sou de briga! Adorei! Ler sobre ele é sempre o máximo! Obrigada por seu comentário tào, tào carinhoso! Beijão

    Mônica | Email | Homepage | 09-02-2004 19:52:31

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s