MAIS LEMINSKI…

Paulo LeminskiDias atrás falei de poesia, e de Paulo Leminski, impressionante poeta. Hoje, ele topou de novo comigo, através de uma formadora do Instituto Avisa-Lá, que está nos assessorando no trabalho. Ela leu pra nós um poema, e mostrou um livro… Reapaixonei-me, lindo.

Copiei alguns pequenos trechos, o que deu… Decidida a comprar o livro assim que der. E queria que esses trechos ficassem guardados em algum lugar especial. Então, aí estão.

o amor, esse sufoco
agora há pouco era muito,
agora, apenas um sopro

ah, troço de louco,
corações trocando rosas,
e socos

você está tão longe
que às vezes penso
que nem existo

nem fale em amor
que amor é isto

sossegue coração
ainda não é agora
a confusão prossegue
sonhos afora

calma calma
logo mais a gente goza
perto do osso
a carne é mais gostosa

RAZÃO DE SER

Escrevo. E pronto.
Escrevo porque preciso,
preciso porque estou tonto.
Ninguém tem nada com isso.
Escrevo porque amanhece,
e as estrelas lá no céu
lembram linhas no papel,
quando o poema me anoitece.
A aranha tece teias.
O peixe beija e morde o que vê.
Eu escrevo apenas.
Tem que ter por quê?

meus amigos
quando me dão a mão
sempre deixam
outra coisa

presença
olhar
lembrança
calor

meus amigos
quando me dão
deixam na minha
a sua mão

10 comentários sobre “MAIS LEMINSKI…

  1. Ká, leia esta … do mesmo autor:

    Rumo ao sumo

    “Disfarça, tem gente olhando

    Uns olham pro alto,

    cometas, luas, galáxias.

    Outros olham de banda,

    lunetas, luares, sintaxes.

    De frente ou de lado

    sempre tem gente olhando,

    olhando ou sendo olhado.

    Outros olham para baixo

    procurando algum vestígio

    do tempo que a gente acha,

    em busca do espaço perdido.

    Raros olham pra dentro,

    já que dentro não tem nada.

    Apenas um peso imenso,

    a alma, esse conto de fada”

    Beijão! Desculpe tomar tanto espaço…Mas é tão lindo!

    Curtir

  2. Adoroooooooooo.

    Pra você querida:

    Quem nunca viu

    que a flor, a faca e a fera

    tanto fez como tanto faz,

    e a forte flor que a faca faz

    na fraca carne,

    um pouco menos, um pouco mais,

    quem nunca viu

    a ternura que vai

    no fio da lâmina samurai,

    esse, nunca vai ser capaz.

    Curtir

  3. Oi lindona!! Adorei o post… sou louco pelo Leminski, acho que você já sabe que ele é um dos meus “mestres inspiradores”, né? Um grande beijo e uma ótima tarde… ah, amanhã tem novidade bacana lá no Albergue Mental. Não deixe de passar lá pra conferir. =)

    Curtir

  4. Olá, Putz realmente gostei do seu blog, li o seu ultimo post com a musica do Elvis no fundo, q alias por quem sou apaixonada. `Vi q temos muitas coisas em comum, estou justamente me questionando sobre isso, se fico com um romance morninho mas seguro ou com a a novidade e adrenalina. Oh duvida, realmente não sei para onde ir.

    Beijos

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s