PEDIDO

Só quem é gostado compreende o milagre que o carinho faz na vida de alguém. Não importa quem seja, não importa como seja, não importa o que tenha havido antes, e os defeitos importam pouco. Quem é gostado por alguém fica leve, novo, recuperado, cheio de esperança e desejo, e cheio de vontade de gostar de volta e ser gostado novamente, num ciclo ininterrupto. Dá uma fome imensa de mudar tudo, e ao mesmo tempo, cultiva-se um desejo secreto de que nada nunca mude, embora a mudança seja, mesmo a nossa revelia, parte de tudo que existe – inclusive do gostar.

Ser gostado é tão simples e tão bom que basta um olhar carinhoso, um gesto inesperado de admiração, uma palavra suave… E tudo muda de referência, de importância, de valor, de rumo. Ser gostado é ser salvo da frieza, da dureza, da dificuldade, da solidão. Ser gostado é achar um lugar que é só seu no mundo, porque o mundo está na pessoa que gosta de você e lhe estende a mão cheia de flores, carinhos e lições. Só um tolo para não compreender como é grandioso abandonar-se nas mãos e no coração de um outro alguém, desde que seja alguém capaz de gostar. Um gesto de fé, coragem e confiança que só pode render bons frutos. Quando nos deixamos gostar, estamos dizendo, “eu acredito e confio em você – cuide da minha alma como se a sua estivesse morando nela”.

Gostar não é fácil, tampouco é fácil deixar-se gostar. O gostar implica em conhecimento profundo – conhecimento não só intuitivo, mas sentido, pensado, apreendido. É um longo caminho.

Apaixonar-se, encantar-se, iludir-se, deixar-se enganar por belezas e ganhos momentâneos… É deliciosamente e perigosamente fácil; não que seja ruim, e não é – mas é fácil. Gostar de verdade, não. Para gostar de verdade, é preciso enxergar além do que está exposto. É preciso conviver inteiramente dia a dia. É preciso aguentar a decepção e o fracasso, uma vez que somos tão falhos e bobos. O gostar é especialmente e constantemente provado nos sabores e dissabores do cotidiano real.

Não temo e não me envergonho em dizer que só sendo gostada, posso experimentar um pouco do que acredito ser a felicidade em sua face mais pura. Sofro de carência crônica de sentimentos pulsantes e fortes – de preferência, mais fortes que eu e meus medos, que eu e minhas travas, que eu e minhas dificuldades, que eu e meu passado. Sinto-me estimulada com o desafio de conhecer e me deixar conhecer, e ainda assim, gostar. Me esmero em gostar de tudo que faço, de todos com quem quero conviver, porque acredito que me dedicando a gostar, posso receber de volta o que dei. Por isso, peço, de coração aberto e humilde, que você goste sinceramente de mim.

Goste nos dias quentes, quando o sol deixa tudo claro e iluminado. Goste quando eu estiver sorrindo, quando contar uma piada, quando estiver alegre e disposta, quando estiver animada e brilhante. Goste quando eu tiver boas idéias e fizer carícias delicadas, goste quando eu for sedutora e provocante, goste quando os planos acontecerem do jeito que foram pensados e sonhados. Curta quando eu vier cheia de presentes e motivos. Repare em mim quando eu cortar o cabelo, me perfumar e vestir uma roupa nova só pra você. Quando eu for vitoriosa, quando eu conseguir fazer tudo certo, quando minha família lhe parecer agradável, quando minhas coisas forem bonitas e arrumadas, quando eu for esperta e espirituosa… Quando eu não der mancada, quando a minha saúde estiver no auge, quando eu deixar você louco de desejo, e quando tudo for bom, certo e perfeito… Goste de mim.

Mas goste também de mim nos dias de resfriado, de dor de cabeça, de indisposição. Goste quando eu estiver triste e calada, quando eu me sentir perdida, quando eu não quiser conversar. Me abrace quando eu parecer carente, me desmonte quando eu estiver agressiva, crítica ou ácida demais, me receba quando eu não parecer receptiva, me procure se eu me esconder. Olhe com desejo mesmo quando eu estiver feia, quando eu não combinar as roupas e errar na cor do batom. Ache graça nos meus erros, me corrija com amor, se eu precisar. Respeite meus pontos de vista, mesmo quando eles não forem de encontro aos seus. Tenha orgulho de mim, e repare no que eu faço. Se interesse pela minha vida, meu dia, meus problemas, e goste de mim em tudo isso. Tente gostar dos meus amigos também. Seja firme quando eu for topetuda ou parecer sabichona demais. Entenda as minhas caras feias, os meus silêncios, e me cobre se eu for injusta. Valorize nossas diferenças… Elas nos equilibrarão. Cuide de mim. Tenha paciência se eu quiser voltar ao passado, e me diga se ele magoar. Não deixe que eu vá pra longe de você com sombras no olhar. E deseje o meu bem, seja otimista sobre o meu futuro, sonhe comigo. Me ajude quando precisarmos recuperar as forças do nosso gostar. Demonstre e fale sobre o que sente, de um jeito carinhoso, sincero e cuidadoso, porque posso ser forte como uma rocha, mas me faço frágil pra poder gostar de você. Quando tudo for desagrado, dor e dificuldade… Goste de mim.

Me deixe fazer tudo isso por você também… Acredite nesse milagre que faz coisas ruins serem boas e belas com o tempo e o nosso esforço.

E por fim, lembre-se de me fazer saber que sou gostada, mesmo quando você achar que já disse e demonstrou tudo.

E eu… Eu vou continuar sendo feliz no nosso gostar, enquanto gostarmos um do outro assim. Imagina só quanta coisa há esperando por nós se conseguirmos… Eu acredito sempre no amor. E sei que você também acredita. Que bom que é assim.

32 comentários sobre “PEDIDO

  1. Qrida, eu desejo do fundo do meu coração que essa sua fé nunca se abale, que vc seja sempre esse foco de luz e que o homem que está merecendo tanto carinho seu tenha olhos bem grandes pra enxergar o mulherão que vc é. Bjo, te adoro!

    Curtir

  2. Sabe como eu sei que você nasceu para amar? Porque você, quando fala de amor é perfeita. Perfeita, Karina, perfeita como poucos. Feliz o homem que mereceu uma declaração tão doce e consciente assim.

    Admiro muito você. Mesmo.

    Um beijo,

    Ricardo.

    Curtir

  3. Karina, gosto muito, muito de vc. Inclusive quando voce, com estas palavras tão doces, etéreas, perenes, rouba lágrimas da gente. Beijos. Que “a chama seja infinita”. Que lembre Camões, Vinícius e Pessoa….Que lembre um sorvete de morango. Beijos, Mais, e Mais. Beto.

    Curtir

  4. A Claudia, a meu lado, diz que na Itália, quando alguém está neste estado de apaixonamento está “cozida no ponto”. Acho que é o caso. Os pombinhos aqui deste lado começaram a contar as ocorrências do verbo gostar e de suas variantes no texto, mas desistimos por estarmos ainda sem o jantar. O amor é lindo! (Perdoe minha ironia, deve ser a fome!)

    P.S.- Não te preocupes, eu e minha cara-metade já fomos premiados por ironias semelhantes…

    P.P.S.- Tenho adorado tuas observações a meu respeito por aí. São exageradas e injustas, mas a gente gosta, ué!

    Curtir

  5. Que bom que é gostar …

    E que bom seria se a gente conseguisse fazer tudo assim … e que a outra metade também …

    Lindo texto, Karina …Me emocionei …

    Beijinhos … Gosto de você !

    Curtir

  6. Que lindo, karina, esse seu gostar! Esse pedido, essa oferta! Talvez esta seja mesmo uma das formas do amar. Que lindo! Parabéns, querida, por sempre traduzir sentimentos com tanta leveza.

    Beijos,

    Mafalda

    Curtir

  7. Que lindo, karina, esse seu gostar! Esse pedido, essa oferta! Talvez esta seja mesmo uma das formas do amar. Que lindo! Parabéns, querida, por sempre traduzir sentimentos com tanta leveza.

    Beijos,

    denise

    Curtir

  8. Na porta da minha geladeira tenho um imã. Diz assim: “Dê-me seu amor quando eu menos merecer. É quando eu mais preciso.”

    de vez em quando a gente lê e fica mais condescendente com o outro.

    Beijos.Você está demais no texto de hoje.

    Curtir

  9. oi Karina. Amar é bom né? Bom demais da conta,sô!!!!!!! adorei o texto.

    Venha comemorar meu aniversário , amanhã , dia 21/02, e o aniversário do meu blog……..espero que estejamos sempre próximos e que essa nossa experiência de vida no mundo dos blogs nos faça crescer sempre.Você é muito especial para mim. Estou voltando de vez e espero estar mais próxima de você agora.

    beijos

    Curtir

  10. Oi Karina! Saudade de vc!

    Como vc consegue escrever coisas tão lindas?! Meu Deus, vc sempre me surpreende e me emociona com seus textos!

    Fico feliz, como todos que já comentaram, de te ver assim, nesse estado tão gostoso que é o “gostar de alguém e ser gostada”! Lindo demais!

    Eu, por enquanto, acho que gosto sozinha… e com uma distância malvada que me maltrata o coração. Mas não me canso de sonhar e de acreditar nos meus sonhos enquanto eles duram!

    Beijos… e obrigada por compartilhar mais um texto tão lindo!

    Carlinha.

    Curtir

Deixe uma resposta para Monica Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s