VINTE E MUITOS ANOS

Quando eu era pequena, toda vez que eu fazia aniversário eu me sentia de um jeito muito esquisito, que só depois de adulta fui entender. É que ouvi uma musiquinha feita pelo Palavra Cantada, em que um molequinho aniversariante diz que, quando a gente faz aniversário, se sente “bem maior, bem maior, bem maior do que era antes”. Sente mesmo que é um gigante, que cresceu bastante, que está muito grande… Do tamanho de um elefante.

Depois de uns anos, a gente pára de se sentir grande e começa a se sentir velho. A palavra “velho”, em sociedades ilógicas e estúpidas como a nossa, costuma ser associada a algo de ruim. Costuma-se pensar que quem fica velho, fica incapaz, fica acabado, fica inutilizado para algumas coisas, perde o viço e a beleza. Mas, por outro lado, quanto mais velho se fica, mais se sabe da vida. É inegável isso. Embora amadurecer seja uma opção ( e tem gente que resiste a ficar maduro uma vida inteira ), o fato de o tempo passar, e com ele levar a nossa vida, vai nos ensinando um bocado de coisas, compulsoriamente. E aí a gente percebe que quando se pára de crescer em centímetros verticais, só resta tentar crescer em outras medidas. Tentar fazer a alma, a mente, o espírito crescer. Ilimitadamente… O máximo que der.

Eu vou fazer 29. Vinte e nove. Tinha também aquela canção da Legião, “aos vinte e nove com o retorno de saturno, decidi começar a viver”. Me sinto um pouco assim. É que quando eu tinha 19, ainda não sabia bem quem mandava na minha vida, e não decidia quase nada. Vivia a minha vida, mas quem mandava nela era o balanço do mar. No máximo, as decisões dos outros. Mas com 29, eu já sou capaz de caminhar com as minhas pernas. Inclusive para decidir viver, e reviver, e viver de novo. Daqui a um ano, eu vou fazer 30 e vou ter pela frente uma década nova e diferente pela frente. E é uma delícia encontrar um zero, assim, do lado de um três. Dá uma impressão de recomeço. Parece que são só números, mas é muito mais que isso ( eu não dou a mínima pra matemática ). São ciclos.

E se um ciclo vai começar daqui a um ano, é sinal que um outro está acabando. Um ano todo pra me despedir dele. Deve ser por isso que, apesar de todo carinho que eu sei que vou receber no meu aniversário depois de amanhã, apesar de toda a festa e de me sentir grata por tudo que passou, me sinto triste. Com um gosto de despedida… E de medo também.

A casa dos 20 teve um quê de beleza e de emoção que talvez eu nunca mais volte a viver. É que foi um desfile de primeiras vezes. Antes, até tive alguns ensaios. Mas as coisas começaram a acontecer de verdade bem aí, nesta década que está se encerrando.

Meu primeiro carro. Minha primeira viagem de avião. Meu primeiro amor – e com ele, minha primeira grande dor. Meu primeiro blog. Minha primeira faculdade terminada. Minha primeira conta bancária. Meu primeiro emprego decente. Minhas primeiras dívidas. Minha primeira vez viajando sozinha. Minha primeira afilhada. Meus primeiros vôos solo. A primeira vez que eu realmente me senti em solidão. Primeira aventura internética. A primeira vez que pensei em realmente me tornar mãe. Minha primeira terapia. A primeira vez que olhei no espelho e gostei de mim de verdade. O primeiro cabelo branco. O primeiro grande luto. A primeira ruga no rosto. A primeira chance de mandar tudo às favas. Aquela primeira vez. Meu primeiro livro. E muitos primeiros amigos.

Com dezenove, eu jamais poderia imaginar que aos vinte e nove eu teria feito tudo que fiz. Isso porque o tempo passa e muda quase tudo. Sempre há os cinquenta por cento que não depende de nós. E, graças a Deus, sempre há mudança. Talvez aos vinte e nove eu olhe e pense que não fiz nada do que pensei fazer. Mas, se for bom como é agora, estarei com esse sentimento de vida bem vivida. E pronta pra crescer ainda mais.

Sempre quando eu digo que gosto do Fábio Jr, as pessoas tiram com a minha cara. Não que me importe, não me importo mesmo, vou continuar gostando. E foi na voz dele que eu ouvi hoje o hino dos meus vinte e muitos anos.

“Você já sabe, me conhece muito bem,
Eu sou capaz de ir vou muito mais além
Do que você imagina

Eu não desisto assim tão fácil, meu amor
Das coisas que eu quero fazer e ainda não fiz
Na vida tudo tem seu preço, seu valor
E eu só quero dessa vida é ser feliz

Eu não abro mão
Nem por você, nem por ninguém,
Eu me desfaço dos meus planos
Quero saber bem mais que os meus vinte e poucos anos.

Tem gente ainda me esperando pra contar
As novidades que eu já canso de saber
Eu sei também que tem gente me enganando
Mas que bobagem, já é tempo pra crescer.”

23 comentários sobre “VINTE E MUITOS ANOS

  1. Eu estou com 29. Faço 30 em outubro. E sei o que vc quer dizer, acho que realmente vai ser um recomeço. Eu confesso que estou em “fase de preparação” para chegar aos 30 durante este ano todo, o dos 29. Emocional e fisicamente. Emocional começando coisas novas, me establizando mais profissionalmente, preparando minha cabeça para tomar decisões quer virão, como ter filhos ou decidir morar em outra cidade com meu marido. E fisicamente, fazendo a revisão dos 3.0 antecipadamente. Desenvolver mais minha criatividade, fazer um regime, academia com tai chi, pilates e yoga, um problema na tireóide já detectado e já em fase de tratamento, tudo isso faz parte do pacote. Resolvi que se não tiver o corpo que quero com 30 (saudável, não necessariamente perfeito!) vai ser difícil retomar depois. Está sendo um aprendizado. Vou comemorar em grande estilo, com uma viagem muito legal no fim do ano, que vai celebrar definitivamente o começo da nova década. Depois te conto se mudou alguma coisa de verdade, ou se foram só neuras da minha cabeça quase balzaquiana! beijos e feliz aniversário!!!

    Curtir

  2. kari!

    Eu completei 30 em Fevereiro… Me despedi da década dos ‘vinte e poucos anos’ há pouco… É assim mesmo… se tem a ver com números ou não, eu não sei, a verdade é que as coisas começam a mudar no fim da década… e a minha teve conquistas: um filho lindo, a faculdade terminada, o primeiro emprego, o segundo , o terceiro…rs, perdi amigos involuntariamente, ganhei amigos que Deus colocou no meu caminho… mas é isso aí! Eu não quero te desanimar, mas no meu aniversário de 30 me senti ainda mais triste! Lendo teu post entendi um pouco o que se passa… Que sabedoria você tem com as palavras!

    Comemore muuuuuuuuuuuito, que seja um dia mega especial, porque você merece tudo de bom e mais um pouco!

    Beijos!

    Curtir

  3. Feliz Aniversário, Karina !

    Certamente, a gente aprende muito mas tb sente que o tempo passa rápido demais. Por isso, aproveite muito ! Nada de tristeza, viva intensamente tudo o que tem direito !

    Beijocas…….

    Curtir

  4. Ainda lembro bem dos meus 29 anos, foi uma passagem única, meio catártica, onde tudo que parecia fora dos eixos resolveu se encaixar de uma vez só. Então chegaram os 30, época das mudanças e das grandes decisões (eu, que sempre fugira de compromissos, me casei aos 30, rs). Quatro anos já se passaram e o que sei é que muita coisa mudou, não sinto saudade do que fui, nem figo tecendo elogios ao que sou. Hoje encaro aniversários de uma maneira mais tranquila, me sinto grande sim, como diz a música, mas um grande diferente, não sei explicar como, mas você já vai começar a entender…

    Feliz aniversário, feliz “engrandecimento”, feliz processo de transição…

    Beijos,

    Curtir

  5. Enfim mais um ano.Por isso estou aqui para agradecer, principalmente a DEUS por ter colocado no meu caminho a Karina, a quem eu gosto de chamar de querida(você deve saber porque né)a querida Karina é tudo que você pode esperar de um bom amigo. Grande em todas as ações e de um sorriso lindo esta mulher conquistou a minha amizade, o meu orgulho e minha devoção, tenho inveja(uma inveja boa claro!) dos que podem desfrutar da sua companhia do seu carinho, assim de pertinho, de abraçar essa moça, que a cada novo texto me faz refletir sobre a vida, vida essa que é um mar de sorrisos e lágrimas que vão se alternando a cada ir e vir das ondas. E uma delas me trouxe você.

    Querida amiga, feliz aniversário e que sua vida seja repleta de luz e dessa simpatia que ocê esbanja como ninguém.

    Um abraço desse seu amigo chato!

    Curtir

  6. Ah, minha querida, foi ontem e eu não passei aqui. Adorei você citar o Palavra Cantada. Eu adoro aquele grupo! Aproveite muito e seja feliz. Ainda é uma menina :)) Eu podia ser sua mãe! E se fosse, teria enorme orgulho. Desculpe as ausências, mas tenho sempre você no meu coração. Felicidades e beijos!

    Curtir

  7. Escute a voz de quem já está um pouco mais adiante… Com 25, a gente acha que sabe. Com 45, a gente acha que esqueceu. E com 35, a gente realmente sabe das coisas. Espere pra ver. 🙂

    Seja feliz, querida. Você é simplesmente uma pérola. Uma rara e belíssima pérola. 🙂

    Beijo!

    Curtir

  8. Lhe dando os parabens…pela data e tambem pelo texto.Aos 30 tive minha primeira filha, foi quando senti que um ciclo acabava(o da busca pela realizacao profissional) e que era hora de inicar outro.Ja se passaram muitos anos, ela vai completar 14 anos em outubro mas a ideia de um outro ciclo, de uma outra busca continua dentro de mim.E espero que nunca acabe a vontade de crescer em outros sentidos…nem em mim e nem em voce. Beijos

    Curtir

  9. Flor, antes de mais nada, parabéns atrasado. Tudo de bom para vc. Paz, serenidade, amor, saúde, alegria e, principalmente, coragem para enfrentar as importantes outras primeiras vezes que, acredito, estão para pintar na tua vida. Como sempre, teu texto me comoveu. De fato, essa é uma época engraçada de nossas vidas. Olhar para trás e nos descobrir testemunhas de tantos acontecimentos marcantes é muito intenso. Olhar para frente e imaginar o que ainda está por vir também tira o fôlego. A solução? Viver um dia de cada vez. E ter fé.

    Curtir

  10. eu com meus 40 já batendo na porta só penso que se um ciclo acaba é porque outro está a caminho..é a vida que segue com seus mistérios a serem descobertos…parabéns atrasado! tudo de bom pra vc, Karina querida das palavras bonitas que gosta do Fabio Junior como eu

    Curtir

  11. Gosto tanto daqui…

    Sabe, qdo eu tinha vinte e poucos, existia uma canção que dizia: “Não confie em ninguém com mais de 30 anos…”

    Quando vc tiver 39, vai saber o gênio que já era aos 29 minha linda!

    Beijosss

    Curtir

  12. Ah! Tempo, tempo. Impiedoso porém sábio. É incrível o poder que ele detém de nos lapidar e corrigir as imperfeições.

    Felizmente há quem aprenda a lição de crescer e tenho certeza de que vc faz parte dessa turma. 😉

    Amo vc, guria. Quanto maior a sua presença, mais me sinto feliz por aprender. 😀

    Beijão do seu amigo. :-*******

    Curtir

  13. Ka:

    É muito bom quando olhamos pra trás e vemos quantas coisas fizemos e vivemos e, principalmente, quanto temos pela frente, com 29, com 30, com 40 ou com a idade que for. Quando eu tinha 18, achava que aos 30 seria uma senhora…Meu Deus!!! Hoje, aos quase 33, me sinto MULHER! Mulher em todos os aspectos possíveis e imagináveis e isso é ótimo. Tinha medo do calendário, dos anos passando, mas tenho aprendido que o que vivo, com quem vivo e como vivo são muito mais importantes que esse negócio chamado tempo, que inventamos, mas que não precisa reger nossa vida. Ainda falta muuuuuuuuito pra eu aprender, mas a vida é longa.

    Curtir

  14. Oi, ontem eu estava na mor depre,relacionamento em crise, estava pesquisando sobre a musica q acho mor barado “vinte e poucos…”, ai eu descobri vc, ou vcs… rsrsr… gostei mto do que li! meu nome eh Deivid, moro em Cuiabá-MT, tenho 21 qse 22. t+…

    Curtir

  15. olha que lindo isso como meu colega acima tambem descobri seu blog de forma que nem eu sei e adorei oque vc escreveu faço aniversario amnha dia 04/09/2007 completo meus 25 e nossa me desculpe mais vo pegar algumas partes do que vc escreveu com tanto coraçao e acrecentar tambem a minha biografia beijos ana

    Curtir

Deixe uma resposta para Lúcio Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s