TOMARA


Tomara que nenhum dia acabe antes de eu sorrir com gosto para alguém. Tomara que ninguém saia de perto de mim sem se sentir devidamente confortado, ou devidamente incomodado – tudo se for para o bem. Tomara que eu não tenha vergonha de abraçar, de beijar, de apertar a mão, de tocar, de acarinhar quem quer que seja que me pedir carinho. Tomara que eu consiga falar com calma, mesmo quando o assunto for nervoso. Tomara que eu possa ajudar mais do que atrapalhar. Tomara que nenhum sapo se instale na minha garganta por covardia – só por amor. Tomara que eu não magoe ninguém, mas se magoar, tomara que eu seja rápida e eficiente em pedir desculpas. Tomara que eu consiga abraçar e felicitar todos que fizerem aniversário, que conquistarem alguma coisa importante e que passarem por mudanças importantes na vida. Tomara que eu tenha dinheiro pra comprar muitos presentes. Tomara que a sensibilidade, o respeito e o amor façam morada em mim, todos os dias do próximo ano.

Tomara que eu me lembre que existe céu, que existe lua, que existe passarinho. Tomara que eu faça silêncio suficiente para escutar o vento. Tomara que sempre tenha uma árvore por perto de mim. Tomara que eu ganhe muitas flores, de muitos tamanhos, odores e cores. Tomara que eu coma mais devagar. Tomara que eu beba mais água. Tomara que minha pressão, meu colesterol e minha glicose não me traiam. Tomara que meus anticorpos dêem conta do recado. Tomara que eu tenha poucas gripes, cólicas e dores, e que elas nunca sejam mais fortes que eu. Tomara que eu reaprenda a descansar. Tomara que eu consiga fazer dança do ventre. Tomara que eu compre uma blusa amarela bem bonita, e que tenha coragem pra mudar o cabelo. Tomara que me achem bonita porque eu me sinto bonita. Tomara que eu nunca deixe de estar com as unhas bem cortadas e bem pintadas.

Tomara que ninguém me traia. Tomara que eu abrace muitas crianças todos os dias. Tomara que eu não receba elogios demais. Tomara que eu não receba elogios de menos. Tomara que eu consiga tomar pelo menos um milkshake por mês. Tomara que velhos fantasmas não venham bater na minha porta, e se vierem, tomara que eu saiba mandá-los embora. Tomara que eu vá mais, muito mais ao cinema. Tomara que eu prove coisas que nunca comi antes. Tomara que eu saiba me afastar de pessoas ruins. Tomara que eu reconheça uma boa chance se ela acontecer ( e tomara que aconteça ). Tomara que eu me apaixone perdidamente por tudo que faço. Tomara que minha conta saia do vermelho. Tomara que eu não use ninguém nem nada para fazer o mal. Tomara que eu lembre de agradecer pelos dias e noites que tiver. Tomara que eu escreva mais, muito mais. Tomara que eu me lembre de acreditar em mim, mesmo ( e principalmente ) quando ninguém mais o fizer. Tomara que eu saiba reconhecer uma derrota com classe. Tomara que eu não tenha inveja de ninguém. Tomara que eu me anime a fazer planos para o futuro. Tomara que tudo saia como o planejado, ou tomara que nada saia como o planejado. Tomara que eu consiga usar agenda.

Tomara que eu consiga pintar telas em branco. Tomara que eu coloque um bebedouro pra passarinhos na minha janela. Tomara que eu aprenda a tocar violão decentemente. Tomara que eu aprenda a viver dignamente. Tomara que eu encontre um caminho. Tomara que eu não me preocupe com dinheiro, nem por um segundo. Aliás, tomara que eu não em preocupe com nada que não for realmente preocupante. Tomara que eu saiba brigar direito. Tomara que eu coma muitos pedaços de bolo de morango. Tomara que eu sirva para unir pessoas. Tomara que eu receba uma carta de amor bem bonita. Tomara que eu escreva uma carta de amor bem bonita. Tomara que eu faça um óculos bonito.

Tomara que o Brasil não me envergonhe tanto. Tomara que a natureza não fique tão brava conosco. Tomara que escrevam muitos livros bons pra podermos ler. Tomara que o Bush seja deposto. Tomara que as guerras sejam mais curtas e matem menos gente. Tomara que a violência não seja banalizada. Tomara que os jornais tenham mais boas que más notícias. Tomara que eu descubra em quem eu vou votar.

Tomara que eu vá assistir um jogo no estádio. Tomara que eu vá a um show de rock. Tomara que eu vá a muitas pizzarias. Tomara que alguém me tire pra dançar coladinho. Tomara que eu conheça bastante gente nova. Tomara que eu não esqueça de ninguém importante. Tomara que eu compre muitos porta-retratos. Tomara que minhas plantas não morram de sede. Tomara que minha afilhadinha continue crescendo forte e com saúde. Tomara que eu não junte tanto lixo. Tomara que meus pés não sejam obrigados a pisar onde meu coração não me mandar ir. Tomara que eu possa olhar o mar, ao menos uma vez. Tomara que eu dirija com mais calma. Tomara que eu não deixe de ir ao médico.

Tomara que eu goste dos outros, e que os outros gostem de mim. Acima de tudo, tomara que eu goste de mim mesma. Tomara que 2006 seja muito bonzinho comigo.

Tomara que o ano de vocês seja maravilhosamente novo, pessoas… Um beijo enorme para todos. 🙂

PS:. Leiam também a carta de intenções do Carpinejar. Aliás, leiam o blog inteiro dele. Fico com vergonha de escrever cada vez que passo por lá. 🙂

Anúncios