SÚPLICA AO MUNDO

Mundo, por favor, seja doce com as minhas meninas. Ensine-as a ser ternas, piedosas, calmas e carinhosas dando a ela amor e suavidade todos os dias. Ajude-as a entender quão importante é cultivar a alma a salvo das durezas do dia-a-dia. Que elas tenham um jardim secreto, um lugarzinho escondido, onde elas possam sempre sorrir e descansar. Faça-as conhecer pessoas que sejam bons exemplos de humanidade. Que elas recebam flores, presentes, sorrisos e graças de todos. Que sejam amadas e admiradas pelas pessoas mais rígidas. Que esquentem corações gelados onde forem. Que elas possam sempre ser abençoadas e viver em comunhão intensa com Deus, que encontrem esse caminho cedo e duradouramente. Que possam comer chocolate à vontade, tomar sorvete, lambuzar a cara de pirulito enquanto viverem. Porque se você for ruim para elas, mundo, será a minha boca que sentirá o gosto amargo.

Mundo, por favor, poupe as minhas meninas. Se elas caírem, que o chão seja macio. Se elas ficarem doentes, que não sofram mais que um dia. Se elas chorarem, que não seja de tristeza profunda. Se elas tentarem e não der certo, que perca a importância. Se precisarem de alguma coisa que não podem ter, que tenham o dobro em outras coisas que querem. Que elas nunca deixem de sonhar, de querer, de desejar. Não deixe que elas sofram ou vejam violência, que nunca sejam assaltadas, furtadas ou machucadas por ninguém. Ajude-as a se defender de abusos de qualquer natureza, e se não puderem sozinhas, sempre coloque alguém para ajudá-las. Por favor, Mundo, que elas só morram bem velhinhas e tranquilas, depois de terem vivido tudo que quiseram viver, sem nenhuma história ruim pra contar. Porque se você agredi-las, mundo, será como se batesse ainda com mais força em meu próprio rosto.

Mundo, por favor, encante minhas meninas. Mostre a elas coisas bonitas. Que no caminho delas haja sempre uma flor diferente, uma estrela mais brilhante, um céu mais aberto, um desenho interessante no chão. Mostre a elas o brilho do conhecimento, a força das idéias, o impacto positivo da Arte e da Música. Que elas possam, inspiradas por você, criar coisas nunca antes vistas, embelezar coisas que antes eram desprezíveis. Afaste-as da murmuração, da pobreza de espírito. Mostre a elas bons programas na televisão, que ouçam músicas lindas no rádio, que possam ir aos museus todos os meses. Que escrevam livros maravilhosos para elas, que lhes contem histórias fantásticas, que as minhas meninas possam ser sempre imaginativas e cheias de idéias mirabolantes e engraçadas. Porque se você for feio para elas, mundo, meus olhos e ouvidos serão feridos também.

Mundo, por favor, dê oportunidade para as minhas meninas. Que elas tenham bons professores, boas profissões, que possam expressar seus talentos. Que conheçam pessoas boas e inteligentes, que convivam bem com as diferenças, que aceitem o que é estranho para elas, que não se apeguem a coisas fúteis. Mundo, ajude-as a encontrar o prazer no trabalho, no estudo, na diversão sadia. Que possam namorar e se casar com bons rapazes, e que eles não sejam perfeitos para elas, mas que as ajudem crescer como pessoas. Que sejam atendidas por bons médicos, que sempre encontrem pessoas dispostas a escancarar portas e janelas, e que elas saibam entrar por elas com segurança. Que o coração delas nunca fique angustiado por dinheiro e nem por bens materiais, que possam ter tudo que precisam e saber lutar pelo que querem. Porque se elas não puderem conseguir coisas de você, mundo, então também eu terei perdido.

Mundo, por favor, desafie minhas meninas. Não as proteja demais, e nem torne-as fracas e sem iniciativa. Que elas possam sempre aprender uma coisa diferente a cada dia, que não tenham nada sem esforço, mas que não precisem se esforçar mais do que podem para conseguir. Que nunca se sintam abatidas por uma dificuldade, mas sim estimuladas a irem ainda mais longe. Dê para elas problemas para resolver. Fruste-as com cuidado, bem devagarinho. Provoque-as com sutileza. Movimente-as constantemente. Porque se elas se acomodarem, mundo, também eu serei menos brilhante.

Mundo, por favor, não castigue minhas meninas. Feche os olhos para os erros graves delas, não seja justo todo o tempo. Não cobre delas o preço pelas fraquezas humanas. Se elas não forem boas todo o tempo, finja que não viu. Não deixe que elas colham os frutos doentes se por acaso plantarem sementes podres. Ajude-as a não magoar as pessoas. Não deixe que elas tenham dificuldade de aprender as coisas. Não ligue se elas forem teimosas, geniosas ou preconceituosas. Que a aprendizagem delas sempre seja pelo amor e nunca pela dor, mesmo que elas não mereçam… Por favor, Mundo, por favor, dê a elas esse privilégio. Porque se você não tiver piedade delas, mundo, sentirei como se eu mesma não tivesse oportunidade do erro.

Mundo, por favor, seja saudável por minhas meninas. Conserve a salvo alguma água limpa para que elas bebam, algum ar puro para que elas respirem, alguns animais bonitos para que elas observem e se encantem. Tire um pouco de carros das ruas para elas passarem, apresente mais árvores no meio do concreto, deixe que elas tenham encontros frequentes com o mar. Não se entupa de lixo, Mundo, não deixe que estraguem tudo o que você tem de bom. Que elas possam colaborar para manter você em ordem e conservado. Porque se você não respirar melhor por elas, mundo, eu mesma me sentirei sem ar.

Mundo, por favor, não faça sofrer minhas meninas. Não deixe que sejam desprezadas por nenhum amiguinho. Não deixe que seus pais as abandonem e desamparem. Não deixe que os adultos as podem. Não deixe que sejam obrigadas a se calar. Mundo, por favor, não deixem que sofram por gostar de quem não gosta delas. Não deixe que elas façam escolhas erradas. E se fizerem, não deixe que elas vivam sem perceber isso. Não deixe que os dias delas passem em branco… Mundo, poupe-as da dor da solidão, da dor existencial, da dor de encontrar-se com o outro. Porque se elas sofrerem, mundo, o meu coração será tomado de uma tristeza infinitamente maior.

Mundo, não afaste as minhas meninas de mim… Não as leve para longe, não deixe que elas se esqueçam. Que eu sempre tenha algo de bom para compartilhar com elas, que elas sempre sejam minhas amigas, que confiem em mim, e que eu nunca as decepcione.

Mas se nada disso for possível, Mundo, se o desejo do meu coração não puder ser atendido… Se eu e você não pudermos protegê-las, favorecê-las, guardá-las… Se for preciso que elas, como as outras pessoas, tenham que sofrer mais do que parecem poder para viver… Se a essência da vida for mesmo viver com dificuldade, errando e acertando, chorando e sorrindo, encontrando e separando, tendo que conviver com o que é feio e com o que é belo, tendo que escolher entre o certo e o errado… Se nem tudo puder ser fácil, tranquilo e protegido sempre… Se você, de tantos pedidos, apenas puder me conceder um…

Então, Mundo, por favor, que a vida sempre valha a pena para as minhas meninas. Porque se elas forem felizes por você e apesar de você, Mundo… Então eu serei feliz também.

É o que sinceramente desejo para minha afilhada Débora, a luz da minha vida… Minha sobrinha Larissa, sinônimo de alegria… E minha mais nova sobrinha Letícia, que com menos de dois dias de vida renovou minhas esperanças com ternura e o mais puro amor.

17 comentários sobre “SÚPLICA AO MUNDO

  1. Querida, esse é um dos maiores amores do mundo…
    Dá tanta vontade de proteger essas coisinhas, livrá-las do horror do mundo, e dá tanto medo de não conseguir…
    Mas sabe, eu aprendi com o tempo, o amor protege. E o seu amor é sábio…
    Lindo texto… Parabéns pela sobrinha nova, e que suas meninas sejam sempre felizes – abençoadas já são por ter você por perto.
    Beijo do amigo que sente saudades, e vai te ligar qualquer hora destas. :o)

    Curtir

  2. q texto liiindo! qdo comecei a ler comecei a desejar isso para as minhas pacientes!!! surgiu a vontade de fazer um quadro para fixar na sala do meu consultório para que elas recebem mais do que uma simples consulta. Estas ‘meninas’ q passam pela minha vida são meninas de todas as idades!!! parabéns pela inspiração do desejar e pela capacidade de expor através de palavras tanto amor!!!

    Curtir

  3. Olá querida..
    Eu já vi seu blog diversas vezes, mas como ainda não tinha o meu, nunca parei pra comentar, mas li diversos post’s e acredito que todos os textos de sua autoria e amei.
    Que o mundo possa mesmo ter valor pra todas as meninas..seria tão bom se o mundo fosse assim com todas nós..
    está de parabéns pelo blog.
    espero um dia ter a oportunidade de ter um comentário seu no meu blog.
    Grande beijo

    Curtir

  4. Irresistível esse seu pedido… Duvido o mundo não atender! Feito com tanta emoção….
    Bjo, querida, que vc nem suas meninas nunca sejam maltratadas pelo mundo.

    Curtir

  5. Moça quase te desejei feliz dias das mães! Karine não nenhuma novidade o que eu digito nestas pequenas linhas, você é simplesmente “A maga”, escreve como Robinho pedala, como Hamilton pilota, brilha como as estrelas no céu. Parabéns Karine, maravilhoso! Deus nos abençoe sempre.

    Curtir

  6. Oi tudo bem….

    Peço desculpas. Pois recebi o e-mail com o seu texto (Criando monstros) e o repassei como sendo de um autor desconhecido. Mas vou re-encaminhar o mesmo dizendo que é seu!! Parabéns pela crítica, e parabéns por saber ponderar e instigar ao mesmo tempo. Adorei!

    Atenciosamente,

    Tâmara.

    Curtir

Deixe uma resposta para Ful Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s