QUALQUER AMOR


“Só se pode viver perto de outro, e conhecer outra pessoa, sem perigo de ódio, se a gente tem amor. Qualquer amor já é um pouquinho de saúde, um descanso na loucura”.
Guimarães Rosa

E qualquer coisa que está por aí, feita com amor, pode ser motivo de sorriso, de aprender, de viver, como o amor do Guimarães – um pouquinho de saúde, um descanso na loucura. Só precisamos olhar pra elas. Algumas coisas que andei enxergando por aí ultimamente:

* “MACHADO DE ASSIS” NO MUSEU DA LÍNGUA PORTUGUESA

Se você ainda não foi, só tem até o dia 01 de março pra ir. Embora menos exuberante que as duas anteriores, a exposição temporária do incrível Museu da Língua Portuguesa vale pela curiosidade dos documentos raríssimos, pela criatividade no arranjo dos objetos… Mas principalmente por encontrar-se com a obra do Machado. Tente ler, na sala de estar montada no final da exposição, onde estão vários livros com a obra completa do autor, um capítulo de Dom Casmurro, ou então um dos famosos e deliciosos contos. Dá vontade de ler mais. Eu li.
Sem falar no filme e apresentação do terceiro andar, que eu não canso de ver. Sempre me emociona. É uma reação inversa do que eu sinto ao acompanhar os noticiários – dá orgulho de ser gente. Só lembrando – entrada gratuita para crianças, idosos e professores, e meia-entrada para estudantes. A entrada inteira custa R$ 4,00.

* ” O CURIOSO CASO DE BENJAMIN BUTTON“, EM QUALQUER CINEMA

Se quer pensar, vá. Se quer refletir, vá. Se quer se divertir, vá. Se quer esquecer, vá. Se quer chorar, vá. Se quer sorrir, vá. Se quer suspirar, vá. E se quer ver como o Brad Pitt fica lindo em qualquer idade, vá.
Filme pra marcar a vida.

* CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE EM QUALQUER LIVRARIA

O poeta todo mundo sabe que é bom, é indiscutível. Mas quem ainda não encontrou o cronista e o criador de aforismos, não sabe o que está perdendo. Absolutamente lúcido e amável, ele derrama poesia no cotidiano. Leituras aparentemente leves, rápidas e cheias de sorrisos. Aparentemente.
Pra começar, indico ” De Notícias e Não-Notícias faz-se a Crônica“, e “O Avesso das Coisas“. Este último, forte candidato a ser livro permanente de cabeceira.

* AQUARELAS DE MARGARET MEE NA PINACOTECA DO ESTADO

As flores são lindas em sua essência, e sempre achei um pecado tentar resgatar sua beleza natural em desenhos e pinturas ( assim como acho um pecado colocar flores de plástico pela casa ). Mas Margaret Mee mudou meus conceitos… São lindas as aquarelas da inglesa sobre as flores brasileiras. Quem quiser conferir, vá rápido – até o dia 15 de março.

* PÔR DO SOL NOS PARQUES DA CIDADE

Um espetáculo gratuito e corriqueiro que mostra que a vida continua. Sempre. Apesar de tudo e de todos. Ótimo momento e local para se estar em solidão e anonimato.

Anúncios

20 comentários sobre “QUALQUER AMOR

  1. Dicas preciosas, bom ter partilhado uma delas com você. Foi uma tarde adorável! Precisamos repetir.
    Bom também te ver citando alguém tão profundo como Guimarães falando de amor, bom saber que você está melhorando a passos largos, bom saber que eu não me enganei quando percebi, desde o começo, que você é uma pessoa tão especial, e talvez nem saiba o quanto.
    Admiravelmente forte e sábia.
    Beijo.

    Curtir

  2. Kari,
    de vez em quando me pego no esforço de me lembrar de curtir as coisas simples… por incrível que pareça, são elas as que nos fazem mais felizes!
    admiro muito esse seu olhar sempre atento! se estivesse em Sampa, com certeza seguiria suas dicas!
    um cheiro!

    Curtir

  3. Olha, vc deve ser uma pessoa MUITO linda!!!

    É esquisito falar isso pra uma pessoa que a gente nunca viu, e provávelmente nunca vá ver…

    Mas eu quero dizer em todos os sentidos. L-I-N-D-A.

    Nem me lembro como achei seu blog, mas por sorte achei.
    Desde então eu comecei a ler do começo (ainda to em dezembro de 2003) e tenho que dizer que mesmo sem foto, ou qualquer imagem sua eu já estou completamente apaixonado.

    Todos os dias eu fico ansioso pra chegar da faculdade, por minhas músiquinhas de fundo e ficar lendo seus textos.

    E só de saber que eu tenho muuuuuuita coisa ainda pra ler me da uma sensação íncrivel de felicidade.

    É isso mesmo, sou muito mais feliz por ter encontrado esse blog pra ler.
    Em três dias eu já ri, me emocionei e até chorei com seus posts

    Muito obrigado Mafalda/Karina, você é minha ídola!!!

    Curtir

  4. Oi, mocinha!
    Já fazia um bom tempo que não visitava seu blog… e continua lindo…
    Ando tentando juntar forças para publicar o meu, mas ainda não saiu… por enquanto fico aqui admirando o seu…

    Bjs!

    Curtir

  5. Karina,
    realmente acho seu blog demais! Adoro ler seus textos.
    Sempre entre para ver se há algo novo, espero que vc volte a compartilhar conosco suas inpressões sobre esse nosso universo
    Bjos

    Curtir

  6. Estive no Museu da Lingua Portuguesa hoje com a Raissa….

    Não pude deixar de lembrar de sua tão esmerada e burilada polidez. A ideia do elogio é sim tão repisada que já não mais cabe glosa, entretanto, dado a hora e não sou notívago, a clareza e lucidez já encontram o ocaso, mesmo assim sou capaz lembrar do grande meio dia que emanava….. sempre com “ahh eh”.

    Penetra surdamente no reino das palavras…….

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s