AMORIA


( A moda Lygia Fagundes Telles )

( Para o amigo Emanuel, que recebeu este texto manuscrito em vermelho cor de sangue pelo correio assim que foi escrito, e que tem me feito ver a importância de continuar enxergando a vida com esperança, fé e doçura, sem deixar de falar de amor todos os dias. )

Era assim que eu queria o Amor, sempre presente, como as estrelas e o sol, sem pedir atenção especial, mas necessário, irresistível, brilhante, soberano, Amor inspirador e diário, passando despercebido e desapercebido aos olhos dos burros, o Amor lá, brilhando e me fazendo olhar para o alto, Amor encantando e fazendo sonhar com infinito e fazendo pensar no mistério da Vida, Amor todo horizonte.

Amor chegaria manso e decidido, seguro e sedutor, sem invadir mas entrando e entrando, sempre e sempre, sem dar escolha, sem desistir de mim, Amor me arrebatando e me grudando com ele, chegando e tirando tudo lugar, dizendo vamos dar um jeito nessa bagunça, colocando tudo de volta de um jeito melhor, comprometido e envolvido, e você olha e diz puxa, como ficou melhor depois que o Amor chegou.

Amor viria e diz que fica, que não vai de jeito nenhum, oras, Amor fazendo entregue sem possuir a alma feito demônio velho, vai ganhando lugar na casa e quando viu, pronto, Amor se instalou e no lugar dele ninguém pisa, deita ou senta à mesa, porque é lugar só do Amor.

E era desse jeito que o Amor andaria, leve e firme, do meu lado, me acompanhando, atrás de mim, me protegendo, na minha frente, me guiando, Amor não se cansa nunca de andar comigo, e ainda chuta as pedras para longe pra eu não me incomodar e nem machucar os pés.

Amor agiria com sabedoria e calma, e está lá o Amor sempre agindo, sem preguiça, motivado, se cortar ele lambe o sangue até não deixar nem marca, se desejar ele vai lá e toma, se dormir ele vela sono, se ficar perigoso ele monta guarda, se precisar ele dá bronca bem dada, e se machucar ele faz remédio, passa, sopra e dá beijinho pra sarar, que mão de Amor é mágica e generosa, gosta de agradar e não se cansa nunca, porque só mão de Amor é assim.

E é desse jeito todo que Amor me faria nova sem me fazer deixar de ser eu, Amor ensinando e me fazendo mais lúcida e mais rebelde, mais segura e mais atirada, mais sensual e mais misteriosa, mais exigente e mais compreensiva, mais desperta e mais sonhadora, que Amor é assim mesmo, paradoxal e infinito, e nem por isso confuso ou assustador, de tanto que é Amor.

Todos os dias eu veria o Amor, que ele faz questão de ser visto, e falaria com ele de tudo quanto é jeito e tudo quanto é assunto, que Amor é inteligente e presta atenção, fosse minha fala como fosse, mansa ou exaltada, Amor lá, falando comigo no silêncio, na voz, no olhar e na telepatia, me alimentando e me limitando, que ninguém pode crescer tanto que acaba estourando, mas se explodir tudo, Amor vai lá e cola os cacos com paciência, que Amor sempre foi tão habilidoso.

Amor pode ter cheiro de fruta ou gosto de bolo-de-vó-quentinho-em-tarde-de-chuva, mas Amor não precisa ser exibido, nem cheio de recursos, melhor mesmo ser assim, simples e secreto Amor, que os outros olham e falam o que ela viu nesse Amor, mas eu sei o que vi direitinho, Amor doce e salgado, apimentado e azedo, depende do dia e da hora do Amor.

Amor não traria preocupação inútil e se vier Dor, e olha que Dor sempre vem, Amor vem com a raquete e pá, acerta a Dor e manda ela pro outro lado, e já fica pronto pra bater nela de novo antes que Dor caia no chão e levante poeira, e se Amor errar a raquetada e Dor cair, que Dor sempre acaba caindo, Amor pega ela do chão e faz um ace de primeira.

Amor teria que vir na hora certa, pra eu não fechar a porta na cara dele tão mal educada, para eu não estar entretida com outro que parece Amor mas não é, para eu não estar destruída, nem cega-surda-muda, para eu não estar no chão caída sem vontade de amar, Amor vem e me encara, e quando eu olhar pra ele eu vejo dentro e penso, puxa, Amor, você demorou tanto, mas que bom que chegou.

E quando Amor fosse embora, depois de tudo e depois de tanto…

Não, Amor não iria embora nunca, Amor ir embora pra quê, não vai não, não vai decepar mais um pedaço do meu coração que ele já está tão pequeno, não vai morrer primeiro, não vai voar pra longe, mesmo sendo passarinho lindo, vai ficar pousado no meu galho inventando música nova todo dia, passarinho que mesmo livre não vai porque gosta de ficar, Amor fica, fica e fica.

Amor encheria minha vida de uma vez e para sempre. Só por ser Amor.

( Feliz dia dos namorados, aos enamorados descarados, aos que fingem que não se importam, aos solitários, e aos saudosos. )

Anúncios

8 comentários sobre “AMORIA

  1. Acordei e pensei, putz, vou ligar pra Karina, deve estar mal, primeiro dia dos namorados sem o Beto um dia depois de ter enterrado outro tio que ela adorava, deve estar lá chorando sem nem ter saído da cama, vou tentar animar um pouco a minha miga.
    Ligo e Karina, às 9 da manhã, já acordou, foi à feira, fez café e consolou a mãe que perdeu o irmão ontem, escreveu no blog, está cuidando da afilhada e arrumando os armários, enquanto conversa comigo ao telefone e dá conselhos pra uma amiga que está chorando ao lado dela com problemas no casamento; a voz é sofriiiiiiiida, sei que está chorando mesmo sem querer, mas não pára, me agradece e ainda convida, “escrevi no blog Dri, passa lá e dá uma olhada.”
    Vim pro blog e espero um texto triste de autopiedade, e olha só, Karina escreveu um texto esperançoso e romântico, no auge de sua inspiração e talento literário, falando de amor. AMOR!
    Eu tinha que dizer isso aqui, miga, vc não existe!!!
    Queria eu ter um terço dessa sua força.
    Eu te amo de montão!
    E esse Amor com A maiúsculo vai chegar e te fazer esquecer tudo que passou. Vc vai ver!
    Bjo, te admiro a vida toda!

    Curtir

  2. Genial o trocadilho do título, o texto, a imagem.
    Bom sentir você assim, romântica e cheia de vontade de vida.
    Bom ver o comentário da sua amiga, o mesmo encantamento dela e admiração eu sinto sempre.
    Bom sentir você exercitando seu incrível dom da escrita apaixonada.
    Bom ver você desejando feliz dia dos namorados para as pessoas, Karina. Precisa ser muito corajosa e generosa pra fazer isso.
    Concordo com a sua amiga, você não existe.
    O ombro amigo está aqui, se precisar.
    Só vou discordar do seu texto em uma coisa: Amor não tem que ter hora pra chegar, e você não precisa estar bem pra recebê-lo. Pode ser justamente o Amor quem vai lhe dar a mão pra levantar do chão… Feito a Teresinha de Jesus. Abra suas portas e janelas, a vida te espera!
    Beijos, abraços e amores pra sua vida.

    Curtir

  3. Suspirei tanto lendo seu texto, Karina…
    Tanta ansiedade a gente passa na vida, tanto desencontro até encontrar esse amor…
    É um lindo texto, escrito por uma pessoa inspirada, que já deve ter sido o “Amor” de alguns sortudos por aí… E que agora está mais do que na hora de encontrar o SEU “Amor”.
    Lygia Fagundes iria ficar com inveja de você hoje. 🙂
    Feliz dia dos namorados pra você também.
    Beijo, abraço e carinho…

    Curtir

  4. Ah.. Karina… vc sempre mexendo com meus sentimentos intensamente…
    O Dia dos Namorados sempre acaba mexendo com a gente… principalemnte quando a gente ta sozinha quando nao queria estar… quando nao devia estar…. [apesar dos que fingem que nao se importam…][saudosa… ]

    E o amor eh isso: um eterno paradoxo! Amei como vc conseguiu [sempre consegue!] definir isso tao bem! Costumo me chamar de ‘menina paradoxo’.. e todo mundo sempre concorda cmg! hehehe
    Entao nem preciso dizer pq eh tao perfeito qd vc diz: “E é desse jeito todo que Amor me faria nova sem me fazer deixar de ser eu” [paragrafo inteirooo podeira estar aqui… mas.. nao precisa repetir… tai ai pra reler.. e reler…]

    Meu maior medo as vezes eh o amor nao chegar na hora certa… nao que exista hora errada.. mas ando com muito medo medo dele me pegar ‘mal educada, para eu não estar entretida com outro que parece Amor mas não é, para eu não estar destruída, nem cega-surda-muda, para eu não estar no chão caída sem vontade de amar’…

    Amei ler o comentario da Dri ai em cima! Cada dia te admiro mais!
    E acho que ja posso dizer isso… E vc ja alvo do meu amor, cada dia mais!

    Bjo, abraço e muito carinho =***

    Curtir

  5. Vc é uma pessoa muito, muiiiiiiito especial, Karina….

    Linda a forma como consegue traduzir sentimentos que são universais, mas sobre os quais as pessoas não tem coragem ou vontade de falar, ler ou escrever…
    Lindo como aqueles que te lêem com coração aberto se encontram nas suas palavras…
    Lindo o que sua amiga Dri escreveu sobre vc…
    Linda a pessoa que vc é…

    Que esse Amor te pegue de jeito e traga pra sua vida tudo o que vc pensa que ainda falta…

    Abraço cheio do meu carinho…

    Curtir

  6. AmorIA, não, boneca… AmorVAI. E antes do que vc possa imaginar. :))))
    Sonhei com vc, sonho lindo, vc feliz e vitoriosa, dizendo, agora não vou sofrer mais, bela e plena, cheia de gente boa em volta, com a cara sonhadora de qdo te conheci.
    Chego aqui e leio isso… Esse texto estiloso e cheio de conteúdo.
    Vc escrevendo sobre o amor é sempre imbatível, Kari.
    Não tenha medo de parar de sofrer… Não se congele, não em uma situação ruim. A vida vai recomeçar pra vc agora, de um jeito lindo, pra te compensar por todas as dores. Vc vai ver.
    Bjo do amigo que te ama e torce por vc, todo santo dia. :))))))

    Curtir

  7. Olá … eu não poderia deixar de comentar … estou encantada com seu blog … li muitas cosas lindas que me tocaram muito … parabéns não seria o suficiente para saudá-la diante de tudo que li aqui … Um abraço carinhoso e emocionado.

    Curtir

Deixe uma resposta para Isabela Juliana Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s