EX-

Não sei como tem gente que tem raiva de ex-amor ( ex-paquera, ex-namorado, ex-noivo, ex-marido ). Amores que acabam fazem parte da história de uma pessoa, tantos como os amores do momento, assim como os amores que virão. Se um dia amei, é porque vi naquela pessoa coisas que me encantaram, me arrebataram, se encaixaram comigo e me ajudaram a ser quem sou hoje. Negar o valor de um ex-amor é negar uma parte de si mesma. Até os que foram um tremendo erro, até os que me abandonaram, até mesmo os que me fizeram sofrer horrores, gosto ainda deles, e os respeito como amores que foram. Não desejo o mal, não os esqueço, não os diminuo, nem os apago. Os ex- me ensinam que é uma delícia olhar pra trás e ver que, dores à parte, somos capazes de superar um amor perdido e continuar com as boas lembranças, prontas para cometer novos e deliciosos erros. O movimento da vida é bom, inclusive no amor.

Não tenho raiva de nenhum deles, os meus ex-. Nem do que traiu, mas beijava tão bem. Nem do que me deixou, mas me fazia sentir tão amada. Nem do que me cansou, mas me ensinou tantas coisas. Nem do que me enganou, mas fazia meu coração disparar ao menor sinal da sua presença. Alguns eu tenho muita pena de ter perdido. Outros eu tenho muito arrependimento de ter deixado. Outros eu tenho alívio por terem sumido. E outros eu fico me perguntando o que foi mesmo que eu enxerguei pra um dia estar apaixonada. Mas nenhuma das minhas paixões, nenhum deles eu riscaria do meu caderninho de recordações. Prefiro lembrar, sempre. Lembrar de tudo, o máximo que conseguir, pra não me deixar esquecida de mim mesma.

O prefixo ex-, que vem da preposição latina exe, indica que houve um “movimento para fora”; algo saiu de onde antes estava tão bem ajeitado. Algo era, mas deixou de ser. E por isso, usado sempre com hífen ( pra que as coisas fiquem BEM separadas ), o ex- vem indicar que coisas mudaram, mas ainda há uma palavrinha inteira lá, depois, pra mostrar o tamanho da importância que a pessoa teve.

Por outro lado, também não entendo como tem gente que vira melhor amiga de ex-amor. Não entendo como pode ser servida a água limpa e purificada da amizade no mesmo copo onde antes estava o embriagante e marcante vinho do amor. Sempre vai ficar um gosto forte no fundo, lembrando ao paladar que aquela água não é como as outras. E quanto mais vinho ficou no copo, pior a situação. Algumas vezes o copo é quebrado em mil caquinhos, e não dá pra recuperar mais nada. Outras raras vezes o copo é tão bem limpo que fica quase imperceptível, e aí dá até pra tentar uma amizade. Mas pra mim isso nunca deu certo. Ex-amor tem que ficar lá, no passado, guardado com o carinho que merece, mas sem ficar à mostra pra lembrar o meu fracasso, a minha perda, a minha incompetência no amor. Gosto dos meus ex-amores, mas os quero longe de mim. Não gosto de cicatrizes que ainda dóem.

E também não entendo como tem gente que fica em eternos vai-e-volta com ex-amores. Conheço moça que teve três homens na vida, mas com eles somou mais de doze relacionamentos. Num eterno amar e desamar, quem volta com ex- acaba perdendo a chance de reconstruir uma nova história, com aquele aroma da novidade. Por preguiça, por medo ou por falta de opção, não se deve voltar com ex-amor. A não ser que ele ainda seja amor… Sem prefixo nenhum. AMOR total.

O tempo, implacável tempo, passa tão rápido e acaba fazendo a gente se esquecer de alguns ex-amores quase que completamente. Dia desses estava na Livraria Cultura, entretida e encantada com as novidades do mercado literário, só e tranquila, quando ele veio e tocou meu ombro. Um dos namorados da adolescência, eu sabia, mas tudo dele demorou a vir – o nome, a ocasião, a duração, o começo, o porquê do envolvimento. Até que ele sorriu, e o sorriso me reencantou. Lembrei que ele ria gostoso, como menino, que o sorriso dele me iluminava e os olhos dele eram de um verde tão lindo que me fazia lembrar o mar mais bonito que eu já tinha visto na vida. Mais de quinze anos sem saber um do outro. Quanta notícia! No sofá da livraria, nos atualizamos um do outro: o que estudamos, no que trabalhamos, ele com dois casamentos fracassados, eu com sonhos irrealizados, você era tão diferente das outras, você era tão esperto e esforçado, nunca esqueci você, de vez em quando me lembro, você tá tão bonita, você parece tão mais seguro, lembra aquele dia, lembra aquela noite, eu fazia tudo pra você, eu adorava o seu jeito de andar de bicicleta. E por que foi mesmo que a gente se separou? Eu era tão medrosa, eu era tão bobo. Mas agora não somos mais. Me dá seu telefone… Ligo e… Quem sabe? A vida dá tantas voltas…

E foi então que no fundo dos olhos dele eu vi uma sombra muito grande que eu não queria que voltasse a me envolver, nunca mais. E deixei ele ir com o meu número de telefone… Errado. Porque a vida com um ex-amor, a gente já conhece mais ou menos como é. As pessoas não mudam tanto assim. Mas a vida com um novo amor… É um leque de possibilidades. Tudo pode acontecer.

Pelo menos até ele virar ex-.

19 comentários sobre “EX-

  1. Ei linda,

    Já disse o qto vale a pena esperar pelos seus posts, sempre me dizem muito, mesmo q sejam só seus desabafos, nunca deixam de me fazer refletir.

    Mas hoje quero diser uma coisa diferente. Aliás, qdo lia o texto, percebi que duas coisas. A primeira é que fiquei aliviada, porque pensei que só eu não achasse certo ter raiva e odiar ex-, pois por mais que o ex-grande-amor-da-minha-vida tenha me feito sofrer [e ainda faz] eu não consigo odiá-lo, pelo contrário, gosto dele, tenho carinho e respeito. Só quero q ele fique longe, viva a vida dele e deixe com q eu viva a minha. Achei que isso fosse estranho, coisa de gente doente, franca, mas vc acabou de me dizer q não, que isso é legal. Obrigada.

    A outra coisa que queria te dizer é coisa de psicanalista, ou de que frequentou um muito tempo, por isso se quiser pode desconsiderar, tá? Mas, se vc viu e sentiu a ‘sombra’ do que vc não queria q voltasse é sinal de que ‘ela’ está aí dentro, e tá querendo voltar, e não é certo nem justo ficar boicotado-‘a’. Você não acha?

    Karininha meu bem, um amor que passou, você mesma me disse, fica quardado pra gente lembrar sempre dele com carinho, com saudade, mas não pode nos impedir de amar novente, seja com um ex-, seja com um novinho em folha.

    Pense nisso e pare de boicotar a sua felicidade.

    Um abraço com muito carinho.

    Curtir

  2. Só para começar, você é incrivel, mas agora sendo especifico, nem todo mundo entende este passivo emocional, outros preferem esquecer tudo e passar odia o ex-amor só para não cair na possibilidade de revive-lo, mas com isto, todo os bons momentos vão para o esquecimento (como se tudo tivesse dado errado)…

    E amar de novo é meio dificil no começo, mas não impossivel, entendeu pessoa (é, lembro que alguém está ainda de luto)?

    Fique com Deus, menina Karina Cabral.
    Um abraço.

    Curtir

  3. kkkkkkkkkkkkk, achei um texto mto divertido, miga!!!!!!! rs

    Não tenho essa nobreza de espírito, vc sabe, ex bom pra mim é ex morto. E olha que ex-marido a gente tem que aturar por causa de filho e é um saco!

    Tb não gosto da ideia de amizade com ex, é como a pessoa que vai embora de uma empresa, vira “ex-funcionário” e fica voltando lá pra ver como as coisas estão, que sentido tem isso? Não vejo graça, o que passou, passou.

    E sobre o pessoal do vai e volta, eu acho que o copo não esvazia totalmente, e a pessoa fica com vontade de tomar até o fim, secar td, e acho que deve ser assim mesmo, o problema é qdo esvazia pra um e pro outro tá quase cheio… Aí é dolorido isso. Mas tb conheço um montão de gente que volta com ex por preguiça, por vício até, e perde a chance de conhecer um outro
    universo. Mas se voltar por amor, tá bem, as insistências às vezes dão certo.

    Agora, sobre a paquerinha na livraria, devo dizer que a) fico feliz em vê-la relatando seus recomeços com leveza, b) sei que vc, ao contrário de nós pobre mortais tem pra escolher, mas não se dispensa uma chance assim pô! MAs se for o ex que eu tô pensando, e pelo jeito é, vc fez mto bem, VÁ DE RETRO!!!!!! kkkkkkkkkkkk Aquilo vai ser sempre pouco pra vc. kkkkkkkkkk c) vou começar a ir mais na livraria, minha amiga arrumou um caso maravilhoso mês passado lá, acredita? rsssssss

    Só vou discordar numa coisa, miga, as pessoas às vezes conseguem mudar sim, especialmente se a dor as fizer diferente. Pensa nisso e para de ser tão incrédula. É só vc olhar pro qto vc mesma mudou.

    Esse vai pra galeria dos meus textos favoritos!

    Bjo, e vamos sair de novo! :)))))

    Curtir

  4. Seu texto me fez lembrar do trecho da música “Paixão antiga sempre mexe com a gente…”.
    Pessoas que passaram por nossos corações como ‘amores’, mesmo que não necessariamente como namorados, ficantes, maridos,etc. mas que habitaram esse território tão especial, chamado coração, são mesmo impossiveis de esquecer, e deixam marcas, lições, e, principalmente SAUDADES…

    Curtir

  5. Concordo integralmente com suas preciosas e firmes considerações sobre o EX.
    E repito o que disse a Dri: Eu não tenho essa nobreza de espírito. Aguento EX só por conta de filho, e acho o ó Marido ficar indo na casa da ex pra ver as netas. Acho o ó, mas não digo NADA, pra não provocar, pq não gosto de confusão. É, eu sou covarde.

    Achei ótimo vc ter dado o número de telefone errado! HAhahahaha, adorei!

    Beijo, querida, e seja SEMPRE feliz!

    Curtir

  6. Eu não acredito que você deu o número errado!!!! Ahhh não… vc deve ter algum medo… não é possível… kkkkkk!!!!

    NOSSA, vc e sua arte de contar histórias… como eu amo te ler, como eu amo saber da vida através dos seus olhos, como eu amo ser melhor a cada dia com tão doce companhia!!!! hehehehe…

    Puts… o que mais falar… vc sempre me emociona! Adoro ler isso aqui, que me distrai, me transporta e me encanta…

    Vc me faz um bem danado… beijos, te adoro!

    Curtir

  7. queria falar mais uma coisinha…
    Queria eu que o ódio fizesse esquecer a pessoa!!!! Se fosse assim seria fácil… mas não consigo ver desta forma como vc descreve, como sempre digo, preciso mesmo é evoluir espiritualmente. Será que esse é o motivo do meu carma? Mas to confiante… a cada ano to superando um pouco mais e o copo tá secando… hehehehe… um dia chego láaaaa!!!! Acho que agora falta pouco! uhuuu!!!! e que venham novos amores tesônicoooossssss!!!! hahahahaha… bjs, vc é demais!!!!

    Curtir

  8. Eu não costumo dar bola pra ex, nem como amiga, nem com raiva, não perco meu tempo com isso pq simplesmente deixo de pensar qdo supero a dor do fim. Cai na indiferença… E isso é uma benção, pq a pior coisa é ficar amarrado com casos falidos, seja pelo laço que for.

    Vc sempre me diz que amigo é amigo e namorado é namorado, e agora lendo essa sua metáfora sobre o copo com água e vinho vejo que isso realmente é sério pra vc. Sempre admirei essa sua capacidade de separar as coisas, e, em alguns sentidos, concordo. Qdo a gente mistura as estações, fica um vinho aguado ou uma água amarga, bom de nenhum lado. Mas ao mesmo tempo morri de medo de ler isso, e vc sabe pq.

    De fato, as pessoas não mudam em essência, mas algumas amadurecem. A priori, eu não gosto da ideia de voltar com alguém que já provou não ser boa pra mim, mas isso não é uma regra… Aliás, no amor nem tem regra nenhuma.

    Adorei o texto, bem divertido e gostoso de ler. Adorei o tempinho que vc dedicou pra mim nessas férias ( espero vc em Manaus, a hora que vc quiser ), e adoro vc, sempre e sempre… Espero nunca ser um ex- na sua vida, morena. :o) Mandei uma música pra vc por email, inspirada por esse texto, ouça com bastante atenção, por favor.

    Bjo!!!!!!!!!

    Curtir

  9. Como sempre, amei seu post!

    Minha colega de trabalho reencontrou um ex- da adolescência. Não se viam a mais de 15 anos. Foram se reencontrar por acaso num destes sites para arranjar namoros. Estão juntos e felizes desde o dia que se reencontraram.

    Curtir

  10. O velho truque do telefone errado… Já passei por isso. *rs

    Nem me fale em ex-… Que trabalho isso está me dando… É engraçado isso, mesmo acabado o sentimento, temos que resolver o relacionamento, e isso é tão dolorido… Entendo o que você disse. Pra mim, ex- também tem gosto de fracasso.

    Mas o tempo passa e coloca tudo no lugar.

    E você tem razão… A vida sempre abre um leque de possibilidades quando a gente se arrisca a viver algo novo.

    Beijo, minha querida…

    Curtir

  11. Kari… amo te ler quando parece que ao te ler me escuto, eu mesma, falando! Costumo dizer que ex- é pra vida toda! Nao adianta que nada vai anular o que foi, ainda que nao volte a ser e nem seja mais como ja foi um dia.
    Odeio quem depois de anos juntos, de juras de amor eterno, simplesmente repudia o passado e diz que “perdeu anos de vida”, que “quer esquecer e deletar da vida”. Como assim? Acabou, mas houve um tempo em que foi bom! Não é mais? Aí é outra historia.. [com outras complicações, afinal, cada historia é uma.] Palavras minhas que vc escreveu: querer esquecer o outro no proprio passado é querer apagar uma parte da propria historia. Gosto de lembrar! O máximo possivel! Lembrar do bom. Lembrar do porque nao continuou a ser pra aceitar que nao é mais.
    A frase: “Por que mesmo que a gente nao seu certo?!” faz a gente refletir em muita coisa. É bom quando faz repensar erros, amadurecer pra conseguir fazer cerro. Mas isso de voltar a ex-amores… concordo com vc! “não se deve voltar com ex-amor. A não ser que ele ainda seja amor… Sem prefixo nenhum. AMOR total. ”
    Ah… é tão dificil ser melhor amigo de um Amor… “Sempre vai ficar um gosto forte no fundo, lembrando ao paladar que aquela água não é como as outras.” Acredito em educação,civilidade… Mas quando fica ainda vinho no fundo, amizade ja é complicado… “Sempre vai ficar um gosto forte no fundo, lembrando ao paladar que aquela água não é como as outras.” ser melhor-amigo e ouir confissoes de novos amores?! ai… “Outras raras vezes o copo é tão bem limpo que fica quase imperceptível, e aí dá até pra tentar uma amizade” – preciso admitir, as vezes acho que sou um pouco masoquista… me sinto feliz em fazer parte da felicidade de quem amo, me contento com pouco, mas nao com migalhas… Acho que isso é mais facil quando o sentimento até existiu, mas quando nao chegou a se concretizar nada de fato.
    Mas é certo: “Não gosto de cicatrizes que ainda dóem.”

    Muito bom te ler. Muito bom me ler aqui. Me faz bem nao me sentir sozinha em meus sentimentos tao criticados.

    Bjo grande, minha flor. E que nao percamos a coragem e a vontade de amar.

    Curtir

  12. Mais uma vez passando pra dizer que você tem uma sabedoria imensa e suas palavras tocam e marcam….tens o dom garota….não seja dura com você….deixa vida me levar…vida leva …eu…..

    O sofrimento sem dúvida nos fortalece, mas não podemos deixar com que ele nos torne arredias as novas possibilidades.

    Tava mesmo esperando texto novo….leio e indico para as pessoas que gosto!

    felicidades sempre garota

    Curtir

  13. Ka, vc está melhor que nunca!!! Te re-encontrei através do seu post sobre as borboletas, ao procurar coisas pros meus pequenos…
    Sempre bom demais as leituras nesse cantinho!!
    Bjo!!

    Curtir

  14. Tive dois amores que me ensinaram dois extremos de amar: um era intenso, incendiário, embriagante, e com esse eu vivi as coisas mais “vermelhas” da alma: paixão, febre, loucura. Outro me ensinou que apaixonar-se é cegar-se e com isso perder o rumo e a dulcilidade que nos envolveram a primeiro momento, e portanto se fosse pra ter envolvimento, que fosse conscientemente, simples e gratuito.
    Um é ex-. Outro não chegou a ser tão amor, pq o copo está começando a se encher, só…

    Curtir

  15. Texto bem escrito e interessante. Me lembrei dele, do grande….Amado Batista:

    Meu Ex Amor

    (Amado Batista)

    Eu tive um amor
    Amor tão bonito
    Daqueles que matam
    Com sabor de saudade
    Meu ex-amor
    Tem coisas que a gente não esquece
    Mas você não merece
    Tanta dor
    Foi bonito demais
    Mas eu estou sozinho
    Fui rico de amor
    E hoje estou tão só

    Curtir

Deixe uma resposta para jussara Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s