O PIOR DO AMOR

O pior do amor não é a solidão, o vazio, a sensação de faltar um pedaço, a expectativa constante de encontrar alguém diferente. Porque na solidão, está o desejo do outro.

O pior do amor não é o susto do encontro, a ansiedade de saber-se apaixonado, o medo de dar tudo errado, a indecisão sobre o mais certo e o mais errado a se fazer, não é aquela insegurança e atrapalhação dos primeiros momentos. Porque todos os inícios são deliciosos pelo prazer de ter coragem pra começar.

O pior do amor não é a idealização do outro, a desconcentração, a perda de si mesmo e o olhar estranho para o restante do mundo. Não é essa sensação de que finalmente encontramos o que estávamos procurando, e o terror de perder tudo isso de uma hora pra outra. Porque nos primeiros sonhos, estão o brilho da paixão e a alegria.

O pior do amor não é a realidade, o dia-a-dia, o tédio, a rotina, a percepção de quem é realmente aquele que você ama, não é ver todos os defeitos, não é se decepcionar e magoar com o que o outro pode fazer, não é o abrir de olhos. Porque na realidade estão a maturidade e os principais ganhos.

O pior do amor não é o montante de bobagens que fazemos, nossas escolhas erradas, não é quando fazemos o pior tentando o melhor, não são os erros, não é olhar para o outro e ver como somos capazes de magoá-lo, não é baixar a guarda e ser ferido. Porque em todas as tentativas, está a vontade de acertar, está o cuidado.

O pior do amor não é a carga negativa dos sentimentos ruins, não é o ciúme, a inveja, a mágoa, não é o egoísmo, não é enxergar nossas próprias fraquezas, não é o abandono, nem a infantilidade. Porque é o lado escuro que dá sentido ao que é claro.

O pior do amor não é quando tudo começa a escorrer entre os dedos,quando temos a sensação horrível de que vai acabar a qualquer momento, quando tentamos, em vão, fazer o tempo voltar pra salvar o que já está perdido, não são as tentativas desesperadas de evitar o fim. Porque mesmo na dor, ainda há aprendizado e luta.

O pior do amor não é nem mesmo ser rejeitado, não ser escolhido, porque no sonho houve esperança.

O pior do amor não é nem mesmo o fim, a saudade, a tristeza de deixar ou ser deixado, porque mesmo isso tudo deixa algo para guardar e fazer história.

O pior do amor é a espera… É a indiferença. Especialmente quando a espera é por quem não vem.

“Cansei de esperar por ela,
Toda noite na janela,
Vendo a cidade a luzir.

Nestes delírios nervosos,
Dos anúncios luminosos,
Que são a vida a mentir…

E cada vez que subia,
O elevador não trazia
Essa mulher, maldição!

E quando lento gemia
O elevador que descia,
Subia o meu coração.

Cansei de olhar as reclames,
E disse ao peito, “não ames,
Que o teu amor não te quer.

Descansa, fecha a vidraça,
Esquece aquela desgraça,
Esquece aquela mulher…”

Deitei-me então sobre o peito.
Vieste em sonho ao meu leito,
E eu acordei, que aflição!

Pensando que te abraçava,
Alucinado apertava
Eu mesmo o meu coração.”

( “Arranha-Céu”, delicada e triste canção de Silvio Caldas e Orestes Barbosa, brilhantemente interpretada por Zé Renato. )

Anúncios

7 comentários sobre “O PIOR DO AMOR

  1. “…E o meu jardim da vida,
    Ressecou, morreu,
    do pé que brotou Karina,
    Nem Margarida nasceu…”

    O pior do amor é não ter quem se ama. O resto passa… É só parar de esperar quem não vem, menina.
    Recebi sua carta pelo correio, foi uma surpresa linda, fiquei tão feliz.
    Entendo seu ponto de vista, estou tentando mesmo melhorar. Vou conseguir, vamos conseguir, já conseguimos uma vez, não é? Podemos conseguir de novo.
    Estou gostando de te ver escrevendo mais por aqui…
    Bjo…

    Curtir

  2. Poxa, depois de um post daqueles, de Dinah, ler esse seu me deixou pra baixo… faço minhas as palavras do Fúlvio: “É só parar de esperar quem não vem, menina.” E olhar em volta, levantar a cabeça, enxergar o novo.

    Vai com fé, que “a fé não costuma faiá…”

    Beijo, lindona!!!

    Curtir

  3. Não falo pra deixar de esperar por quem não vem, falo para amar quem está ao seu lado, sem esquecer quem já se foi, mas agora com uma espécie de amor mais refinado, mais superior a todos aqueles que falham.

    Como disse Fúlvio, maravilhoso vc escrever mais por aqui, sempre adoro o que me diz.

    Bjos, bjos, bjos…

    (minha carta ainda não chegou, será que na ‘roça’ o carteiro demora mais? rsrs)

    Curtir

  4. Estou com a Patrícia: Ame quem está por perto… E, quando menos esperar, aparece alguém e te arrebata completamente.

    Beijo no coração e meu carinho sincero, Karina.

    Deus te abençoe

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s