THE POWER OF GOODBYE

Então é chegada a hora de desistir. De parar de insistir. De deixar ir. De não ir mais atrás. De aceitar a mudança. É chegada a hora de abandonar o sonho.

Eu, que tantas vezes falei sobre sonhos – os realizados, os perdidos, os roubados, os vendidos, os compartilhados, os recorrentes, os enterrados – hoje venho falar sobre os sonhos abandonados. Aqueles que a gente sonha com todo o carinho, mas chega a hora de admitir que não são pra nós. Chega a hora de admitir que temos de deixá-los para trás. Temos que parar de sonhá-los para que eles não nos consumam, para que não estraguem nossa própria capacidade de sonhar.

Não é muito fácil, e normalmente esse abandono só vem pela dor. É assim com aquele negócio que você queria tanto fechar, mas na última hora ficou sem recursos pra concluir. Assim com aquela cidade que você queria tanto viajar pra conhecer, mas que na hora de fechar o pacote, não havia vaga no hotel. Assim com aquele trabalho que você queria tanto fazer, mas bem na hora alguém fez antes de você. Assim como aquela pessoa que você ama tanto, mas tanto, e tanto, só que uma hora percebe que ela não ama você do mesmo jeito. É assim com aquele bebê que você queria tanto ter, ou com aquele carro que você queria tanto comprar, ou com aquele amigo que você queria tanto conservar, ou com aquela oportunidade que você não queria perder. Não deu. Simples assim. É hora de abandonar o sonho. Não que ele tenha morrido, mas precisa ser deixado como está, incompleto e triste em sua essência, amarrado ao passado. Uma cruz na beira da estrada, uma canção inacabada, algo que tinha tudo pra ser, mas não foi. Simplesmente deixado. E a atitude tem que vir de você.

E não é fácil. Dói. Um sonho abandonado precisa ser encarado antes de ficar para trás. E olhar pra ele dói. Dói porque desistir de um sonho cultivado é desistir de uma parte de si mesmo. A gente investe energia, investe tempo, investe dinheiro, investe coração, investe esforço. Mas se não dá, não dá. Aposta errada. É necessário aceitar isso para seguir em frente.

Não acho que investir em um sonho, seja ele qual for, seja tempo perdido. Nunca é. Como disse o sábio Ulisses enquanto fazia sua Odisséia, o importante é o caminho, não a chegada. Mas é verdade que nos custa admitir que a vida, que tantas vezes se mostra plena, bela e voluptuosa, também sabe se mostrar mesquinha e medíocre, e nos negar o que mais desejamos. E por isso dói a desistência. Desistir é prova do nosso fracasso, mas não desistir é prova da nossa teimosia, da nossa burrice. É preciso deixar ir.

Não deixar isso virar amargura é uma tarefa difícil, mas não impossível.

Madonna, na canção abaixo, fala sobre o poder do adeus. Dar adeus a um sonho, seja ele qual for, dói, sim. Mas é libertador. Extremamente libertador. E hoje eu vou cantar com ela, do fundo do meu coração.

Não sei que imagens meu inconsciente me trará daqui a pouco quando eu for dormir as poucas horas que me restam até amanhã, mas sei que hoje algo foi abandonado aqui dentro, por mim. Estou cansada de tentar realizar aquilo que não é pra mim. Cansada de ser deixada em segundo plano por meus próprios sonhos cultivados. A vida precisa se renovar em mim. E assim será. Simplesmente porque eu decidi dizer adeus ao que não pode ser realizado. Vou sentir saudade, claro que vou. Mas quero e preciso ir mais longe, mais alto, mais distante. E irei… Porque amanhã vai ser dia de sonhar outros sonhos. Mais lindos e mais intensos.

Então, adeus sonhos antigos. Foi bom enquanto durou. Mas agora há outros horizontes a enxergar, porque meus olhos também estão novos.

Your heart is not open, so I must go.
The spell has been broken, I loved you so…
Freedom comes when you learn to let go,
Creation comes when you learn to say no.

You were my lesson – I had to learn.
I was your fortress – you had to burn.
Pain is a warning that something’s wrong
I pray to God that it won’t be long…
Do you wanna go higher?

There’s nothing left to try,
There’s no place left to hide,
There’s no greater power
Than the power of good-bye.

There’s nothing left to lose.
There’s no more heart to bruise.
There’s no greater power,
Than the power of good-bye.

Learn to say good-bye…
I yearn to say good-bye…

16 comentários sobre “THE POWER OF GOODBYE

  1. Nossos mtos anos de amizade me dizem que vc realmente está cansada de ficar pra trás, de ficar com o resto da vida, que saiu do marasmo e vai retomar seu caminho de luz e realização, que se lembrou do valor que tem e que está dando um basta em tudo que não te valoriza como merece, embora ainda se sinta fraquinha e sozinha as vezes, embora ainda precise ser cuidada e se recuperar. E se eu fosse a pessoa ou coisa que motivou esse seu texto, eu teria mto, mto medo, pq pior do que abandonar, é ser abandonado. E qdo Kari demora pra dizer, mas diz acabou… Ai, ai, ai.

    Miga, o “sonho” que não se deixou ser realizado não sabe o que perdeu ao não ser concluído por alguém como vc. Infelizmente vc tem razão, a vida às vezes se mostra burra e medíocre, e a maioria das pessoas que nos cercam optam por isso mesmo, pelo mais fácil, pelo confortável, pelo mais ou menos. Mas não é com esse lado que queremos nos amarrar, né? Os sonhos que nos esperam são mto mais lindos!

    Deixe a roda do tempo rodar, deixe o amanhã te trazer novas coisas, deixe a vida caminhar pra onde tem que ir, e vc vai ver… Como diria meu “ídalo” Tom Hanks no filme do náufrago, quem sabe o que a maré vai trazer?

    Amo vc, mto, mto, mto. E te admiro todo dia, toda hora, por ser essa pessoa intensa e especialíssima que vc é. Força. E bora beber pra afogar todas as mágoas e contar todas as fofocas! Hehe. Bjo, miga linda!

    Curtir

  2. Menina, descordo levemente, pois mesmo ao não podemos viver um sonho, podemos usa-lo para “adubar” um outro sonho de mesma natureza, se não pego este trabalho que você queria, pode pegar outro que te interessa, se não pode viajar numa determinada data, viagem em outra, assim por diante…

    Fique com Deus, menina Karina.
    Um abraço.

    Curtir

  3. Você tem razão, às vezes precisamos desistir de algo que queremos muito para ter liberdade, para conseguir novas coisas, para ir pra frente… Pra realizarmos a mesma essência de um sonho de outras maneiras.

    Já passei por isso algumas vezes, e posso dizer de cadeira: que bom que esse momento chegou pra você, minha queridíssima amiga. Você merece ser feliz plenamente. Não vai ser fácil, creio que você sabe, mas sua força e seu brilho, que conheço bem, me garantem que você pode fazer absolutamente tudo que quiser… Basta que decida.

    Adoro essa música, e se não me engano, fui eu quem lhe presenteei com esse CD da Madonna. :o)

    Quero muito te ver, vamos marcar de sair no final de semana? Saudade.

    Beijo enorme, meu e das crianças…

    Curtir

  4. Flor, pelo que entendi, os “olhos novos” estão vislumbrando sonhos novos. Então… tem o meu total apoio!!!

    Larga o que não deu certo pra lá, e vamos sonhar pr’adiante!

    Sozinha você não está. 😉

    Beijoooo

    Curtir

  5. REalmete não é fácil abandonar um sonho ao qual dedicamos tanto tempo, carinho, esperanças… mas no meu caso, me senti mais leve quando tomei a decisão de abandomar meu maior sonho. Ainda não vislumbrei outros, como sugeriu a Bel acima, na verdade estou meio perdida no tempo e no espaço, mas te dou toda a força para o primeiro passo, que é virar a página.

    Grande beijo!

    Curtir

  6. Freedom comes when you learn to let go,
    Creation comes when you learn to say no.

    Concordo com a Madonna, é exatamente assim que funciona…
    Concordo com a Adriana, o azar é dos sonhos que forem abandonados por vc.
    Concordo com Daniel, sonhos abandonados, aos poucos, viram outros sonhos.
    Concordo com Bel, sozinha vc não está, por mais que pareça às vezes, não deixe essa sensação tomar conta de vc.
    E acima de td, concordo com vc: hora de seguir em frente, mais sábia, mais bela e mais sonhadora do que nunca.

    Amo-te sempre, e vc sabe.

    Bjo!

    Curtir

  7. Coragem, Karina…

    Vai doer, será difícil, talvez você até tenha dúvidas se realmente é o que tem que ser feito. Mas é. Não sei que tipo de sonho, não sei qual o contexto, mas temos, SIM, que abandonar aqueles sonhos que nos negam sua própria realização. E, ao não se realizarem, também nos deixam menos completos, sempre em frustradas expectativas.

    Novos olhos… logo verão novos caminhos e possibilidades.

    Estou torcendo por você!

    Deus abençoe…

    Curtir

  8. Tenho me deliciado com seus textos há uns 3 meses (por indicação de uma amiga); já tive o impulso de comentar algo, mas desisti ao fim da primeira linha… Mas, dessa vez, não posso calar… tô nessa de desistir de um sonho… Minha linha de impasse é: de um lado, a sensação de que insistir no velho sonho só vai atrasar a vida e impedir a realização de sonhos muito maiores… do outro lado mora a dúvida: quando é mesmo o tempo de desistir? Um amigo meu tentou medicina 6 vezes e hoje é um excelente profissional! E se tivesse parado na 5ª vez???? Sei que os dilemas da vida não são contas matemáticas… tudo é muito mais subjetivo… há muito em jogo… Fiquei aqui só imaginando: será que ela fala de uma decisão resolvida ou de uma possibilidade a ser considerada????

    De tudo quanto sei, minha única certeza em relação já foi dita por você:

    “desistir de um sonho cultivado é desistir de uma parte de si mesmo”. E isso dói!!!

    Curtir

  9. Kari…

    Li hoje seu texto, e foi postado no dia do meu aniversário. Devia ter passado aqui no dia…rs…
    Também me sinto assim, querida amiga; é provável que o (s) sonho(s) que abandonamos seja de natureza diferente, mas dói do mesmo jeito…
    O mais dificil não é dar adeus ao sonho… É conformar-se com a não realização… Constatar a impossibilidade sem estarmos preparados pra simplesmente seguir em frente…
    Ai, ai…

    Força, que bom que está corajosa pra dizer adeus ao que não pode ser… Que Deus continue te iluminando e abençoando!

    Saudades, tomara que dê certo mesmo de papearmos pessoalmente essa semana…

    Curtir

  10. Como Você não disponibiliza Contato, tivemos que utilizar Comentários.

    Cara Publisher deste Site / Blog.

    Estamos desenvolvendo um Portal de Relacionamento com a Mulher.
    Seu nome é Ganhei da Balança. ganheidabalanca.com.br
    Durante 2 anos, através de Softwares e Ferramentas especialmente formatadas, Rastreamento dos Melhores Agregadores e Monitoramento dos Maiores Institutos de Pesquisas; buscamos o que a Mulher Brasileira mais vê na Internet.
    Nossa Mineração inclui o Número de Acessos / Comentários, Análise de Parcerias / BlogRoll e uma infinidade de Variáveis que são mastigadas e filtradas de maneira que apontem uma tendência de Navegação.
    Os resultados são entregues à Feeling Research Company, 1ª Empresa da América Latina e 4ª no Mundo a se especializar em Pesquisas de Sentimentos e Emoções relacionados ao Consumo de Produtos e Serviços.
    Após a aplicação de Pesquisas à Internautas especialmente selecionadas, a Feeling Research aponta os Sites e Blogs que deverão fazer parte de nosso Portal.
    O motivo deste Email é para comunicar que seu Site / Blog estará sendo LinKado ( não permanente, mas em rodízio com Blogs do mesmo segmento ) ao nosso Portal.
    Apesar de estarmos gerando tráfego para Você, a recíproca só será verdadeira se assim Você o desejar.
    A Seleção de seu Site / Blog deve-se ao mérito do trabalho que Você produz,e queremos ressaltar que, mesmo não nos colocando como seu Parceiro, Você continuará sendo LinKada em nosso Portal.
    Nosso Portal possui 12 Plataformas e Você estará sendo LinKada na Label Auto Conhecimento.
    Para finalizar desejamos que continues produzindo o excelente material responsável por sua Seleção e esperamos que nosso Portal contribua para que Você, cada vez mais, tenha um maior número de acessos.
    Best Regards.

    Alma de Mulher.

    publisher@ganheidabalanca.com.br

    Curtir

  11. Acabei de desistir de um sonho. Seu texto veio como um bálsamo para o aperto que tenho sentido no peito.

    Parabéns pelas sábias palavras. Que Deus te ilumine sempre.

    Curtir

Deixe uma resposta para Álvaro Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s