CORAÇÕES PARTIDOS

Vendo tantos corações partidos por aí, e são muitos… Fiquei pensando que a dificuldade de amar alguém de verdade é quase proporcional a possibilidade de perdê-lo, se você o encontra. É muito difícil conseguir amar alguém. E há tanta gente que perde seu amor… E falo em perda porque amar é uma luta, luta em que se ganha… E se perde. E uma luta diária.

Tem gente que perde o seu amor pra uma viagem para o exterior, pra uma carreira promissora, pra um apartamento na cidade grande, pra uma tradição ou um preconceito.

Tem gente que perde o seu amor pro dinheiro, pra uma convenção social, pra um voto religioso, pra vontade dos pais. Tem gente que perde seu amor pra um fato inesperado, pra um trauma muito forte, ou pra um passado que não foi curado.

Tem gente que perde seu amor pra uma doença fatal, pra uma fraqueza, pro desgaste do tempo. Tem gente que perde seu amor pra sorte, pro acaso.

Tem gente que perde seu amor pra um vício, pra uma fatalidade, pra um acidente, pra um naufrágio ou uma explosão, pra um terremoto, pra uma guerra… Pra violência ou pras estatísticas. Tem gente que perde seu amor pro cinismo da sociedade, ou pro medo do diferente.

Tem gente que perde seu amor pra um outro homem ou uma outra mulher, ou pra todos os outros homens e mulheres.

Tem gente que perde seu amor, e definitivamente, pra morte.

Tudo isso é muito triste. Mas é mais triste ainda quando a gente perde um amor pra si mesmo.

Pro próprio ciúme, pra própria covardia, pro próprio medo, pras próprias manias estranhas, pras próprias lembranças, para a incapacidade de controlar o desejo por novidade.

É duro quando a gente perde um amor por não ter dito ou feito o que precisava dizer ou fazer. Por não ter conseguido soltar as amarras do sentimento pra conseguir dar um passo de fé e se jogar num abismo. Por se achar acima do bem ou do mal, ou tão especial que não possa ser magoado. Por não confiar nos próprios encantos e viver com medo de ser deixado. É duro quando a gente perde um amor por preguiça de investir nele, por deixar pra lá, por não ter prestado atenção. É duro quando a gente perde um amor por egoísmo… Por não conseguir abrir mão da segurança de ser só ou estar mal acompanhado pra tentar uma outra coisa. É duro quando a gente perde um amor por ser infantil, agressivo, ou por não dar ao outro a liberdade de ir e vir.  É duro perder um amor pra lágrimas excessivas, pra manipulações, pra mentira. É duro perder um amor pro cinismo, pro comodismo, pra incapacidade de amar em si mesma. É duro perder um amor pra superficialidade, pra pobreza de espírito… Pra falta de alegria.

A pior perda é sempre aquela que depende de nós… Porque dessa, não adianta reclamar. Mas nem tudo está perdido… Se pudermos aprender.

Porque é duro perder um amor, seja do jeito que for. Mas, mais duro ainda, é perder a capacidade de amar.

( No player, a canção tristonha “Alone Again ( Naturally )”, cover de Vonda Shepard para uma antiga canção de Gilbert O´Sullivan… It seems to me that there are more hearts broken in the world that can’t be mended, left unattended… What do we do? What do we do?” )
Anúncios

9 comentários sobre “CORAÇÕES PARTIDOS

  1. Que saudade de ler seus textos! E esse está primoroso. Acho que já perdi amores por vários dos motivos que você tão bem descreveu. Mas, o mais importante foi o dia em que resolvi que estava cansada de perder amores e decidi encontrar.

    Lindo texto!

    Curtir

  2. Domingo desses comentávamos ao telefone, eu e você, em mais uma de nossas deliciosas conversas, enquanto víamos “Razão e Sensibilidade” na TV, sobre perder um amor e reaprender a amar. Você pareceu tão tocada pelo filme, e eu lhe disse, escreva um texto sobre isso. Você me disse, falta algo sangrar aqui dentro. Vejo que sangrou… Seu texto está realmente intenso e bonito. Um texto que só poderia vir de um coração partido.

    Você tem razão, doce e sábia Karina – difícil encontrar um amor, dificílimo conseguir mantê-lo, mais difícil ainda aguentar a perda… Mas o mais difícil de tudo é fazer esse auto-exame e aprender com ele.

    Tenho certeza que um texto assim só pode vir da consciência de seu próprio coração partido, e sinto muito por isso. Mas costure seu coração, e aproveite pra colocar um remendo pra que ele fique um pouco maior. É muito o amor que há de vir pra você… Tenho certeza.

    Beijo, queridíssima… Parabéns, mais uma vez, por ser tão habilidosa com as palavras.

    Curtir

  3. Meus olhos encheram de água lembrando de tantas perdas sofridas só em ler o seu texto… Imagino quantas lágrimas vc derrubou ao escrevê-lo.

    Mesmo quando fala de coisas tão tristes, a maior delas, que é perder alguém que se ama, seu texto termina com esperança. Essa é vc… E não tenha medo, vc nunca será incapaz de amar… Faz parte de vc doar-se muito, isso te faz feliz. Apenas espero que encontre alguém capaz de receber a infinidade de coisas que vc tem a oferecer… Será o mais sortudo dos moços.

    Bjo enorme, e logo nos falamos… Pessoalmente. :o)

    Curtir

  4. Concordo que é duro perder um amor (perdi o meu por causa de um trama do passado complicado pelo meu jeito expansivel)…

    Mas você realmente disse o pior, é perder a capacidade de amar.

    Fique com Deus, menina Karina.
    Um abraço.

    Curtir

  5. Amiga, mais uma vez vc disse tudo o que eu queria dizer. Passamos por tanta coisa; tivemos
    tantas perdas, mas não perdermos a vontade e capacidade de amar.

    Somos fortes! E estamos aqui, esperando o que há de vir. E que pra nós venha o melhor. Porque nós merecemos!!!

    Beijoss

    Curtir

  6. É triste perder o amor.
    Eu fui lendo o seu texto e pensando logo em muita coisa que poderia comentar, concordando com vc e falando de como me sinto. Mas a sua conclusão resumiu toda a minha opnião.

    “A pior perda é sempre aquela que depende de nós… Porque dessa, não adianta reclamar. Mas nem tudo está perdido… Se pudermos aprender. Porque é duro perder um amor, seja do jeito que for. Mas, mais duro ainda, é perder a capacidade de amar.”

    Eu vivo e acredito nisso. Não aceitando perder por medo, por não dizer, por não lutar. E apesar das condições fora do meu controle me deixarem bastante medrosa… ainda acho que é preciso (e bom) amar.

    Saudades de vc…. lhe devo notícias! =***

    Curtir

  7. Estarei seguindo ;D
    E sinceramente, acho o amor o mais lindo de todos os sentimentos 😀
    Mas também o mais complicado ;/
    Quer dizer, você não sabe se ficando perto do outro vai estar deixando ele feliz ou se sentindo sufocado, você não sabe se sentir saudade e ligar pra ele toda hora o incomoda ou faz ele ficar bem por sei lá, saber que você se importa, você nunca sabe se está fazendo o certo ou errado e na maioria das vezes acha que é o certo D:

    Curtir

Deixe uma resposta para Daniel Savio Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s