MAIS UM DE AMOR…

Há um espaço entre o amor e eu.

Em uma ponta, estou eu. Pés no chão, fincados e atolados na lama da falsa segurança da solidão, de todos os sonhos frustados, da mágoa, da tristeza, da saudade, da inglória incompetência de outros amores dolorosamente acabados. Na outra ponta, um incrível e sedutor cenário desconhecido a me chamar, envolver, provocar. Sinto um cheiro delicioso vindo de lá… Ouço belas melodias ao longe, risadas, gargalhadas até. Vejo relances de cores que nunca vi antes, grandiosas e diferentes. Tenho enorme vontade de experimentar tudo que há lá.

Mas há um espaço entre o amor e eu. Um abismo escuro, profundo, mas não tão largo… Apenas um pouco maior do que minha perna. Só preciso de um pouco de impulso para pular, para me atirar lá, lá onde é impossível não querer estar. Está tão perto… Só um pulo. Já me atirei outras vezes, já cheguei até mesmo a voar pra lá, tão leve estava. Talvez devesse tentar de novo… É só um pulo.

Mas é tão difícil livrar-me da minha própria lama… Ela deixa meus pés imóveis, pesados, doloridos. É tão fácil achar que minha força não vai ser suficiente, que não vou conseguir pular e vou cair naquele abismo profundo de silêncio, escuridão e dor, e vou ficar caindo, caindo, caindo, até pousar em outra lama, ainda mais fétida e poderosa que a minha, e que dessa vez ela pode me enterrar até a cabeça. Então fico ali, parada, olhando, pressentindo, admirando aquilo que quero tanto ter e, embora esteja ao meu alcance, não posso me permitir tentar.

Chegou a hora em que me senti incapaz de juntar meus próprios cacos, mesmo depois de já ter feito isso tantas vezes. São muitos, e tão pequenos, e tão cortantes, e tão pontudos.

E é justamente nessa hora que aparece alguém do outro lado, na beiradinha. Já está lá, onde quero estar; não pode vir me buscar onde estou, que dali só eu mesma posso sair. Mas, de onde está, resolve olhar pra mim. Me olha direito, profundamente, entendendo, admirando; e vê além do que aparento ser – vê todo brilho que um dia eu tive, e que se escondeu em algum lugar. Me olha e fala comigo mansamente. Assustada, finjo que não ouço, fecho os olhos, me coloco em silêncio absoluto.

Mas ele não desiste. Ele sabe esperar… E espera. Enquanto espera, vai me encantando, dando de graça aquilo que sempre cobraram de mim. Vai me fazendo limpar os pés. Vai construindo intimidade sem me invadir. Vai me dando roupas mais leves pra vestir. Vai me enchendo de sorrisos, e quando percebo e tenho vontade de fugir, ele me distrai, como se faz com uma criança medrosa. Vai cuidando de mim, bem devagar. Vai me fazendo deixar as coisas tristes para trás, e me fazendo entender que para pular o abismo do amor, é preciso mais que coragem… É preciso fé. E muita fé.

Ele esteve lá, e estendeu a mão por muito, muito tempo, sorrindo docemente pra mim, me chamando pra viver aquilo tudo que um dia eu esqueci de sonhar.

Há um espaço entre o amor e eu, e para pulá-lo é preciso coragem, e fé. Fica mais fácil pular quando tem alguém do outro lado, com os braços abertos, dizendo vem, que eu te seguro… Vem, que eu te amparo… Vem, que eu te empresto o que te falta até você ter de novo… Vem, que você consegue.

E eu vou…

Soundtrack:


Anúncios

13 comentários sobre “MAIS UM DE AMOR…

  1. É verdade, querida. Para viver o amor em sua plenitude (porque ele não pode ser vivido pela metade) é preciso se soltar e pular. Com coragem e fé. Vai, pula, que vale a pena!
    E quero ouvir todas as histórias que vão acontecer do outro lado!!!
    Bjooo

    Curtir

  2. Miga tá apaixonadinhaaaaaaaaaa… Que linda!
    Eu sabia que esse moço ia ganhar a concorrência… rs Mesmo sentindo por alguns que estavam tão esperançosos na fila eu sei que ele deve ser mesmo especial por ter tocado o seu coração da maneira que fez…..
    Pula sim, vive sim, tenta sim, que você merece tudo de melhor nesse mundo!
    Bjo, te amo!

    Curtir

  3. Amiga, como se diz por aí: ‘se joga!’
    Viva plenamente cada segundo…
    Estou feliz por sentir você assim, acreditando de novo, querendo de novo…
    Só não sei ainda quem é o felizardo (e paciente) moço que está lá do outro lado a lhe estender a mão…
    Você é especial, e ele, seja quem for, sabe muito bem disso, e por isso insiste e espera, e que bom que faz isso!

    Ah… Bela seleção musical… Eu amo músicas, muitas vezes encontro nelas as palavras que queria dizer e não encontro… Amei!
    Tava com saudades de ‘te ler’ por aqui…
    Bjs, amiga querida. Deus te abençoe!!!

    Curtir

  4. Sortudo, esse rapaz… Muito, muito, muito, sortudo. E se soube esperar, e se soube se dedicar para cuidar do seu coração grandioso e dolorido, minha querida… Merece você.
    Sabe que não te desejaria outra coisa a não ser a felicidade plena…
    Pule. Você consegue.
    Beijos, com saudades…

    Curtir

  5. Tá namoran-do! Tá namoran-do!
    E pelo que eu sei, o moço vale a pena mais de ( dois ) metro! rsrsrs Se ele já sacou de leve o qto vc é especial, deve estar dando pulos de alegria por ter te convencido a tentar….
    Amiga, que texto lindo, e como é lindo o seu jeito de ver a vida…
    Permita-se ser feliz SEMPRE. Essa lama nunca vai te paralisar, não tenha medo, voe, e mesmo que caia de novo, voe outra vez… Vc sempre será mais forte!
    Bjo, e parabéns… :))))))
    ( O que deve ter de moço por aí cortando os pulsos…… Hehe. )

    Curtir

  6. Apesar da displicência de não comentar os textos, a “síndrome de Cinderelo” fez eu chegar até aqui e agradecer. Não só o texto, como os comentários. Porém, tenho uma única resalva:
    Quer dizer que sou um mal educado furador de filas?
    Caso persistam nessa difamação, amor, dê uma de Rochelle: “Eu não preciso disso, meu namorado tem 2 metros!!!”
    Beijos e obrigado e te amo!

    Curtir

  7. Nossa…

    Você não tem noção do quanto estou feliz, Karina…
    Que Deus abençoe esse seu novo momento, te fazendo muito, muito e cada vez mais feliz!

    Estou na torcida.

    Bj e abraço apertadoooooooo

    Curtir

Deixe uma resposta para Bel Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s