ESCRITOS DE CASAMENTO VII – OS VOTOS DO DIA

E foi eterno enquanto durou… E foi tão eterno que, de algum jeito, vai durar pra sempre.

Karina e Marcelo 179

 

Marcelo,

Estamos aqui, diante de Deus, de nossa família e nossos amigos queridos para casar.

É um dia feliz, pelo qual esperamos e do qual sempre nos lembraremos para o resto de nossas vidas. Estamos aqui para comemorar, festejar, nos alegrar… E para isso contamos com a ajuda, o sorriso, o dinheiro, o incentivo, a presença e as orações de tanta gente.

Estamos aqui por causa de nossa história, essa história difícil e linda que tivemos… Uma história de amor, paciência, superação, milagres, fé, romance, lágrimas e sorrisos… Como são tantas outras histórias, todas especiais para quem as vive. A vida é feita de histórias…

Mas estamos aqui para falar da caminhada que virá de hoje em diante. Viemos para firmar um compromisso… Uma aliança, simbolizada por este anel que tenho em minhas mãos agora.

Ao colocá-lo em seu dedo, afirmo não só que o amo hoje e que você é o homem com quem quero passar o resto da minha vida, com quem quero construir uma família, fazer um lar. Afirmo também que estou disposta a me esforçar, porque o amor não é mágico. Ele é luta diária de paixão e renúncia ao nosso ego. Por isso estou disposta a mudar a mim mesma, em tudo que conseguir, para ser sua companheira em tudo que as pessoas dizem, e também no que as pessoas não dizem – porque creio que o amor transforma. Quero estar com você em bons e maus momentos, nas coisas mais simples e nos grandes eventos… Quando estivermos saudáveis e felizes, mas também quando estivermos fragilizados e tristes… Quando tivermos coisas, ou quando elas faltarem… Quando estivermos calmos e tranquilos, ou quando os problemas chegarem… Quando estivermos sós, ou rodeados de pessoas queridas… Quando estivermos esperançosos, ou quando parecer que tudo vai dar errado. Quero ser para você exemplo de fé, de carinho, de lealdade, de compreensão, de desejo, de alegria… Para bordarmos juntos a nossa vida. E para isso, peço a ajuda de Deus, em nome de Jesus, para que essa aliança seja sagrada, e para que a lembrança desse dia sempre sustente o nosso amor… E também peço a sua ajuda, para que estejamos assim, como disse o Guimarães que você tanto gosta – afinando e desafinando, sempre mudando… Mas nunca deixando de amar.

Karina e Marcelo 176

 

“Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo?”

Fernando Pessoa

E pensar que já não acreditávamos, ou que já estávamos tão desesperançosos em relação ao amor. Pensar que tudo começou de maneira conturbada, desconfiada, atravessada… e mesmo assim, nos demos a chance de viver, conviver, conhecer, reconhecer…

Pensar que tivemos mais motivos para estarmos separados e, mesmo assim, não abrimos mão deste ou daquele encontro inesperado, do telefonema, trocar livros, trocar ideias, trocar experiências, trocar o que der vontade de viver, conviver, conhecer, reconhecer…

Pensar nas histórias que rimos até hoje: o segurança e sua espada, a tropa de elite, a garçonete que indicou outro restaurante, se você aceitava a manga… os números que nos aproxima: os 13, o 29 de cada mês, o 5×2, o 5% de chance, o 4, o 6, o 10 do 7…

Pensar nas histórias tristes: O primeiro assalto bem agressivo, o segundo um pouco menos, a perda de grande parte que organizava o casamento… A primeira internação… a segunda… o vai e vem de hospital… o encaminhamento pra transplante… a internação da minha mãe, o velório, a perda… a cada acontecimento, aumentar a vontade de viver, conviver, conhecer , reconhecer…

Pensar… que a partir de hoje, tudo isso e mais um monte de acontecimentos virão e não vejo, sem qualquer dúvida, que haverá alguém que possa contar sempre ao seu lado e que sempre terá essa sede, coragem, paixão, amor e vontade de viver, conviver, conhecer e reconhecer-se completo ao seu lado quanto eu tenho.

Quer dizer… a partir de hoje se aceitar casar comigo. Aceita?

2 comentários sobre “ESCRITOS DE CASAMENTO VII – OS VOTOS DO DIA

  1. Ká…
    Eu disse a vocês, no dia, o quanto tremi nas bases quando ouvi seus votos (que ficaram guardados na minha mochila até o momento exato de serem lidos). Pensei: “Depois dessa, coitado… qualquer coisa que ele disser vai ficar sem graça!”. Mas ele me surpreendeu, com votos tão lindos quanto os seus! E eu caí em mim, que pra vocês terem se escolhido, os dois “deviam se merecer”!
    Lindo, lindo, lindo…
    Beijo enorme!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s