DICA DE MÃE


Se você…

* Mora em São Paulo ou imediações;

* Gosta ( ou quer aprender a gostar ) de ler e/ou escrever;

* Gosta de aprender coisas novas;

* Gosta de desafios…

Não deixe de clicar para conhecer o Curso de Iniciação ao Texto Literário do Museu Lasar Segall.

A proposta do curso é usar a língua de maneira reflexiva e contextualizada. Ao contrário da maioria dos cursos de “redação”, esse não é apenas um desfilar de técnicas pobres. As aulas estimulam a criação e a reflexão sobre a língua e sobre a vida.

O professor Gilson Rampazzo é sério  meio ranzinza, mas sabe tirar o melhor das pessoas, é genial e inteligentíssimo. A professora Áurea, pelo que soube, é igualmente ótima. Muita gente que vocês conhecem como bons letristas, poetas e escritores passaram por eles.

Divulgue a proposta a quem mais possa interessar!

Valeu a pena, e vai continuar valendo fazer o segundo módulo. 🙂

Curso de Iniciação ao Texto Literário

Anúncios

POETANDO… III

Proposta: Fazer um poema aliterando o P e o B. Nesse ganhei um aceno simpático do professor, e um tímido, “é, tá bom”.

Estou melhorando!


PAR

Peito comprimido
Repara o partido,
Limpa o aprendido,
Tampa o abismo,
Apaga os rabiscos.

Trabalho cumprido…
Aparece o par.

É bom se preparar.
Par promete,
Desperta,
Apega…
E pronto:
Já é par.

Par põe pausa no tempo,
Par paga pecado perdoado.
Par pinta exuberantes primaveras,
Par pisoteia poemas passados.

Par lapida brilhante bruto,
Par vibra corpo aprisionado.
Par pesca beleza no assombro,
Par provoca paladar apurado.

Par pastoreia rebanho perdido,
Par publica particular acobertado.
Par põe bossa em paisagem,
Par tomba patrimônios deslembrados.

Par procria palavras e beijos,
Par aprofunda o personagem captado.
Par abrasa febres submersas,
Par abranda espírito perturbado.

Par paraíso,
Par parceiro,
Par paixão.

É bom se preparar.
Tempo passa.
E passando, pega o par.

E par, borboleta abusada,
E par, pássaro obstinado,
E par, barco caprichoso…

Parte.
E no partir,
Comprime o peito,
Obriga a pobre espera,
Obriga o penar abandonado,
Obriga o ímpar.

Até brilhar um outro par.